estreias-julho-2015-1

Julho. Ugh. Não é dos meus meses favoritos. Este calor infernal… (-__-)

Exterminador: Genisys — 02 de Julho

(Terminator Genysis)

terminator-poster-pt

Ele bem disse que voltava.

* * *

Magic Mike XXL — 02 de Julho

(Magic Mike XXL) magic-mike-xxl

Nunca cheguei a ver o primeiro filme, nem tenho grande interesse em ver este mas acho graça ao trailer, principalmente aquela parte com o Manganiello no mini-mercado.

* * *

Homem-Formiga — 16 de Julho

(Ant-Man) homen-formiga-poster

Mais uma produção Marvel para este ano, com Paul Rudd no papel principal. A impressão que tenho é que há muito pouco interesse neste filme—o que não é o meu caso, pouco ou nada sei sobre este super-herói mas sempre achei alguma piada ao Rudd.

* * *

Cidades de Papel — 23 de Julho

(Paper Towns)

cidades-de-papel-poster

Adaptação do livro de John Green. Este autor cansa-me tanto, já para não falar que na minha humilde opinião os livros dele são completamente overrated. Não tenho interesse algum em ver este filme ou em ler o livro.

* * *

Mr. Holmes — 23 de Julho

(Mr. Holmes)

mr-holmes-poster

Adaptação do livro de Mitch Cullin, A Slight Trick of the Mind, sobre um Sherlock Holmes idoso (93 anos) que vai tentar desvendar mais um mistério.

a-slight-trick-of-the-mind

* * *

O Pátio das Cantigas — 30 de Julho

o-patio-das-cantigas

Remake do clássico. Não sou fã de cinema português mas vi este trailer quando fui ao cinema há umas semanas e achei que estava muito engraçado.

* * *

SÉRIES

Sleepy Hollow, 1ª Temporada — 06 de Julho

sleepy-hollow-banner

Sleepy Hollow, a adaptação moderna do conto The Legend of Sleepy Hollow de Washington Irving, vai finalmente vai estrear em Portugal com transmissão da Fox.

the-legend-of-sleepy-hollow

Eu estava muito animada para ver esta série quando ela estreou originalmente em 2013, e cheguei a ver alguns episódios, mas perdi o interesse prai a meio da primeira temporada, já nem sei bem porquê.

(Fonte: sapocinema. Datas de estreia susceptíveis a alteração.)


Esta semana na Mailbox:

IMM-171-4

IMM-171-2

IMM-171-1

Compras

Uprooted — Naomi Novik | BookDepo

Vicious — V.E. Schwab | BookDepo

Of Beast and Beauty — Stacey Jay | BookDepo

Paranormalcy, Paranormalcy #1 — Kiersten White | BookDepo

Hidden Huntress, The Malediction trilogy #2 — Danielle Jensen | BookDepo

The Queen of the Tearling, The Queen of the Tearling #1 — Erika Johansen | BookDepo

The Winter King, Weathermages of Mystral #1 — C.L.Wilson | BookDepo

Freebie

Neanderthal Seeks HumanKnitting in the City #1 — Penny Reid | Amazon

Perdi um bocadinho a cabeça nas últimas semanas e lancei-me numa book shopping spree. Parte da minha loucura deveu-se à BEA (Book Expo America), não parava de ver posts das bloggers americanas a exibirem as suas pilhas de livros e mais livros e goodies diversos, e arrrrgh mundo cruel, porque é que não estou lááááááá!

crying

Portanto, estava meia deprimida por causa de livros, e que melhor maneira de curar a depressão do que desgraçar-me a comprar livros.

dafuq-did-i-just-read-meme

O Uprooted foi uma daquelas compras malucas em que olho uma vez para a capa, leio uma vez a sinopse, leio uma review, e BAM, compro o livro. E agora que ele me chegou a casa estou totalmente apaixonada por esta edição, é tão, tão linda. *O*

O Vicious e o Of Beast and Beauty já estavam na wishlist há ene e foi desta que vieram cá para casa.

Paranormalcy até comecei a ler em português porque tenho uma cópia oferecida pela editora, mas estava-me a enervar tanto a tradução, ao ponto de eu estar a ler em português e a traduzir para inglês na minha cabeça, especialmente quando apareciam aquelas expressões tipicamente inglesas/americanas que não soam nada bem traduzidas seja para que língua. Desisti da leitura da versão tuga e encomendei um paperback em inglês bem baratinho na Amazon UK.

neanderthal-seeks-humanQuanto ao Neanderthal Seeks Human, já expliquei na opinião que estava disponível para download a custo zero na Amazon, e também já partilhei o link algumas vezes, mas aqui fica mais uma vez para o caso de alguém estar interessado, ainda está de borla.

O The Winter King foi outro caso de ler uma review e comprar imediatamente o livro a seguir. Tenho um fraquinho pelo trope do romance que começa por um casamento de conveniência, ou em que as partes não se podem ver à frente mas ao mesmo tempo quase que precisam de bolinha vermelha no canto sempre que interagem, tal é a intensidade da tensão sexual—ou melhor ainda, uma mistura destas duas coisas. E parece que é o caso deste livro.

O Hidden Huntress é a sequela do Stolen Songbird, e tinha-o em pre-order há muito.

E é tudo. ^^

imm-logo-new copy


damn1

Este trailer já saiu há algum tempo mas passou-me ao lado—honestamente nem sabia que o Me and Earl and the Dying Girl ia ser adaptado ao cinema, e de repente descubro que o filme estreou este mês nos EUA, foi a sensação do ano em Sundance, e que já é um dos grandes candidatos aos Oscars.

O protagonista deste filme é Thomas Mann (o Link de Criaturas Maravilhosas), o guião foi escrito pelo próprio autor do livro, Jesse Andrews, e a realização é de Alfonso Gomez-Rejon.

Confesso que gosto muito deste trailer, embora não seja fã de histórias em que a rapariga morre no final depois de proporcionar ao rapaz uma experiência marcante e transformadora—nem sei se é esse o caso, porque não li o livro, mas é o que parece pelo título e pelo trailer. Portanto fiquei com alguma vontade de ler o livro. Alguma.

Eu, o Earl e a Tal Miúda estreia a 12 de Novembro em Portugal.

* * *

me-earl-and-the-dying-girl

Greg Gaines is the last master of high school espionage, able to disappear at will into any social environment. He has only one friend, Earl, and together they spend their time making movies, their own incomprehensible versions of Coppola and Herzog cult classics.

Until Greg’s mother forces him to rekindle his childhood friendship with Rachel.

Rachel has been diagnosed with leukemia—cue extreme adolescent awkwardness—but a parental mandate has been issued and must be obeyed. When Rachel stops treatment, Greg and Earl decide the thing to do is to make a film for her, which turns into the Worst Film Ever Made and becomes a turning point in each of their lives.

And all at once Greg must abandon invisibility and stand in the spotlight.

buy the book from The Book Depository, free delivery


cover-reveal-banner

Behold! A capa do primeiro livro da nova série de Rick Riordan, Magnus Chase and the Gods of Asgard, baseada em mitologia nórdica e com o primo da Annabeth como protagonista.

Esta é a edição americana, da Hyperion, que tem sempre umas capas muito mais giras para as séries do Riordan do que a editora britânica.

Pessoalmente, gosto bastante do estilo de desenho e sobretudo das cores, embora ache que o Magnus tenha uma cara/expressão estranha e que o faz parecer um adulto. (Há quem diga que é a cara chapada do Kurt Cobain, e honestamente tenho de concordar. Que estranheza…)

magnus-chase

Título: The Sword of Summer
Série: Magnus Chase and the Gods of Asgard, #1
Autor: Rick Riordan
Editora: Disney-Hyperion
Páginas: 512
Publicação: 06 Outubro, 2015
Formato: Hardcover
ISBN: 9781423160915
Idioma: Inglês

add to goodreads

Sinopse: Magnus Chase has always been a troubled kid. Since his mother’s mysterious death, he’s lived alone on the streets of Boston, surviving by his wits, keeping one step ahead of the police and the truant officers.

One day, he’s tracked down by a man he’s never met—a man his mother claimed was dangerous. The man tells him an impossible secret: Magnus is the son of a Norse god.

The Viking myths are true. The gods of Asgard are preparing for war. Trolls, giants and worse monsters are stirring for doomsday. To prevent Ragnarok, Magnus must search the Nine Worlds for a weapon that has been lost for thousands of years.

When an attack by fire giants forces him to choose between his own safety and the lives of hundreds of innocents, Magnus makes a fatal decision.

Sometimes, the only way to start a new life is to die…

buy the book from The Book Depository, free delivery


neanderthal-seeks-humanAutor: Penny Reid
Série: Knitting in the City, #1
Editora: Caped Publishing
Publicado: Março, 2013 
Formato: ebook
Páginas: 394
Idioma: Inglês

Sinopse: There are three things you need to know about Janie Morris: 1) She is incapable of engaging in a conversation without volunteering TMTI (Too Much Trivial Information), especially when she is unnerved, 2) No one unnerves her more than Quinn Sullivan, and 3) She doesn’t know how to knit.
After losing her boyfriend, apartment, and job in the same day, Janie Morris can’t help wondering what new torment fate has in store. To her utter mortification, Quinn Sullivan—aka Sir McHotpants—witnesses it all then keeps turning up like a pair of shoes you lust after but can’t afford. The last thing she expects is for Quinn- the focus of her slightly, albeit harmless, stalkerish tendencies- to make her an offer she can’t refuse.

Opinião:

* * * Sem triângulo amoroso * * *

Estou tão feliz por ter encontrado esta autora, ainda por cima aconteceu assim um bocado por acaso—vi no Goodreads que alguém a tinha recomendado, nomeadamente estes dois livros da série Knitting in the City, para quem gosta de romance contemporâneo com humor e protagonistas nerds, e fiquei logo em estado de alerta; e depois quando fui procurar o título na Amazon, a versão kindle estava a custo zero—um claro sinal de que os planetas se estavam a alinhar para eu ler a coisa.

Amei a protagonista, Janie, que é tão cómica e deliciosamente awkward, e como a recomendação prometia, uma grande nerd mas sem ser cliché. Ela é obcecada por armazenar informação no seu gigante cérebro que anda sempre a mil, e como tal lê de tudo, desde os estudos científicos mais enfadonhos, às trivialidades de todo o género, coisas que ela depois desbobina a torto e a direito, sobretudo quando está nervosa/o McHotpants lhe aparece à frente—ri-me tanto. O encanto desta personagem é que ela não faz isto para dar nas vistas ou mostrar que sabe mais do que os outros, aliás, ela tem perfeita noção de que é estranha e que afugenta as pessoas mal começa a falar, e está constantemente a tentar conter-se, o que pouco ou nada funciona porque aquilo sai-lhe naturalmente.

Este livro começa com a Janie a ter um péssimo, péssimo dia—ela foi despedida depois de umas horas antes ter acabado com o namorado de cinco anos porque descobriu que ele a traiu, e como o apartamento que eles partilhavam é dele, ela de momento também está homeless. Esta sucessão de desgraças pareceu-me excessiva, mas surpreendentemente há uma explicação lógica que não só liga estes acontecimentos mas também explica porque é que tudo isto acontece no mesmo dia. A única coisa que anima a Janie um bocadinho neste momento difícil é o Sir McHotpants, o segurança jeitoso lá do prédio que ela costuma observar à distância e que a deixa com calores.

Honestamente, pensei que este livro ia ser uma comédia romântica super light, do género: heroína socially awkward ultrapassa todos os obstáculos iniciais, conquista a sua crush contra todas as probabilidades, e acaba numa melhor situação do que a que tinha começado. Não estava totalmente errada, mas por outro lado esta história é muito mais complexa do que isso, assim como estas personagens têm muito mais profundidade do que o que eu estava à espera, camadas sobre camadas para ir levantando e descobrindo aos bocadinhos.

Algo que a autora faz muito bem é balançar todos os pontos desta história, quero com isto dizer que ela nunca exagera no que está a fazer e dá à narrativa iguais partes de humor e loucura, situações mais sérias e angustiantes, sempre com o percurso da Janie e o romance semi-slow burn no centro das coisas. Mas o que gostei acima de tudo foi da escrita, OMD, a Penny Reid é genial, e claro, da voz da Janie que é sempre tão sincera, cómica, e adorável em todos os sentidos.

O único problema deste livro é que a certa altura acaba, e não chega, tive de começar imediatamente o Neanderthal Marries Human para mais Janie&Quinn goodness. 

4stars

Goodreads | Amazon

neanderthal-marries-humanAutor: Penny Reid
Série: Knitting in the City, #1.5
Editora: Caped Publishing
Publicado: Junho, 2014
Formato: ebook
Páginas: 417
Idioma: Inglês

Sinopse: There are three things you should know about Quinn Sullivan: 1) He is madly in love with Janie Morris, 2) He’s not above playing dirty to get what (or who) he wants, and 3) He doesn’t know how to knit.
After just five months of dating Janie, Quinn—former Wendell and unapologetic autocrat—is ready to propose marriage. In fact, he’s more than ready. If it were up to Quinn, he would efficiently propose, marry, and beget Janie with child all in the same day—thereby avoiding the drama and angst that accompanies the four stages of pre-matrimony: engagement, meeting the parents, bachelor/bachelorette party, and overblown, superfluous wedding day traditions. But Janie, much to Quinn’s dismay, tosses a wrench in his efficacious endeavors and challenges him to prove his devotion by going through the matrimonial motions, no matter how minute and mundane.
Will Quinn last until the wedding day? Or will he yield to his tyrant impulses?
Regardless, one thing is for certain, Quinn Sullivan will have to learn to expect the Spanish Inquisition (i.e. the unexpected) if he plans to have and keep Janie Morris as his wife.

Opinião:

Esta sequela passa-se alguns meses depois do primeiro livro e trata de narrar todo o percurso da Janie e do Quinn desde que ele decide pedi-la em casamento sem ela estar à espera, e porque a Janie é a Janie, ele não vai ter a vida muito facilitada—mais uma vez: ri-me tanto.

Em comparação com o primeiro livro, o Marries tem duas diferenças cruciais—primeiro, é contado alternadamente do ponto de vista da Janie e do ponto de vista do Quinn, enquanto que o Seeks só tem o POV da Janie; e segundo, as cenas steamy são em maior número e muito mais descritivas, embora não cheguem ao nível de pormenor de uma Kleypas, por exemplo.

Este livro também é mais emocionante e intenso, não só a nível do romance, mas no que diz respeito às amizades e às relações familiares quer do Quinn, quer da Janie. Mais do que uma vez dei por mim a fungar e a limpar a lagrimita do canto do olho.

Na opinião do primeiro livro nem cheguei a falar muito no grupo de tricô e das amigas da Janie, elas são todas tão maravilhosas e umas grandes malucas—no bom sentido, e mais uma vez espantei-me com a autora e como ela consegue dar personalidades tão diferentes a cada uma das personagens, sendo que o grupo ainda é numeroso (são prai umas 6 ou 7). A Janie pode não ter uma família biológica que se importe muito com ela, mas sem dúvida que tem uma família com laços bem mais fortes do que o sangue neste grupo de mulheres.

Acabei por não falar muito acerca do Quinn ou do romance, e como este post já vai para lá de longo vou só dizer que achei incrível como, mesmo depois da Janie e do Quinn já terem passado a fase da conquista, que normalmente é a parte que mais me interessa ler, a autora conseguiu manter-me num permanente estado de borboletas no estômago.

Recomendo, sem reservas, a fãs de romance.

Nota: O Neanderthal Marries Human é a sequela da história da Janie e do Quinn, e embora seja o volume 1.5 da série Knitting in the City, não é uma novella. O que se passa é que os volumes 2, 3, etc, têm as amigas da Janie, do grupo de tricô, como protagonistas.

4stars
GoodreadsAmazon | The Book Depository

wow1

O Waiting on Wednesday é uma rubrica semanal, da autoria do Breaking the Spine, na qual se posta sobre os lançamentos dos livros mais aguardados.

Esta semana a minha escolha para o WoW é um livro que foi anunciado na semana passada, e que ainda vai demorar assim um bocadinho grande a ser publicado (só para Fevereiro do próximo ano), e ele é Stars Above de Marissa Meyer, um conjunto de várias short stories das Lunar Chronicles—yuuussss.

Todas estas histórias—excepto The Princess and the Guard (a ser publicada este Verão), e uma nova história cujos detalhes ainda estão no mistério dos deuses—estão disponíveis para leitura online aqui.

Queria tanto estas histórias todas compiladas num livro físico para juntar ali à minha colecção, e, oh my stars, cá está ele!! *O*

Stars Above - 02/02

Título: Stars Above
Série: The Lunar Chronicles, #0.5, 0.6, 1.5, 3.1, 3.6
Autor: Marissa Meyer
Editora: Feiwel & Friends
Páginas: 308
Publicação: Fevereiro, 2016
Formato: Hardback
ISBN: 9781250091840
Idioma: Inglês
 
add to goodreads
 

Sinopse: The collection will include:

“Glitches”: A prequel to Cinder, detailing Cinder’s first weeks after her cyborg surgery and her introduction to her new stepfamily.

“The Queen’s Army”: A prequel to Scarlet, telling the story of one soldier in Levana’s army who is determined not to become the monster everyone expects him to be.

“Carswell’s Guide to Being Lucky”: A prequel to Cress, expanding on some of Carswell Thorne’s exploits when he was a young man with big dreams.

“The Princess and the Guard”: A never-before-released prequel to Winter, chronicling the friendship between Winter and Jacin and answering some frequently asked questions about Winter, her insanity, and her scars.

“The Little Android”: A retelling of Hans Christian Andersen’s The Little Mermaid, in which an android falls in love with a human boy.

And a brand new as-yet-to-be-determined story!


toptentuesday

Top Ten Tuesday, esta semana com o tema Top Ten Books On My TBR For Summer 2015. Este top vai ser maioritariamente composto por encomendas recentes e pre-orders que espero que me cheguem a casa nos próximos tempos, e que devo atacar o mais rapidamente possível.

1. Red Rising, Pierce Brown — Vou ler com o pessoal do Read-along.

2. Uprooted, Naomi Novik — Nunca tinha ouvido falar desta autora ou deste livro mas deu-me assim uma vontade louca de o ler imediatamente mal li a sinopse e uma review. Para aumentar a minha ansiedade, na semana passada li algures que os direitos de adaptação ao cinema do Uprooted tinham sido adquiridos pela Warner Bros.

3. Hidden Huntress, Danielle L. Jensen — A sequela do Stolen Songbird. Está a caminho.

4. Lair of Dreams, Libba Bray — Mais uma sequela que estou à espera que me chegue a casa, mas esta ainda vai demorar bastante, só tem publicação para o final de Agosto.

5. Of Beast and Beauty, Stacey Jay — Não sei porque demorei tanto a decidir se queria ler este retelling de Beauty & The Beast, mas finalmente optei pelo “sim”.

6. Paranormalcy, Kiersten White — Comecei a ler a versão tuga há umas semanas mas só consegui avançar umas 30 páginas, a tradução estava a tirar-me do sério, entretanto já tenho ali uma edição em inglês.

7. The Winter King, C.L. Wilson — No outro dia, assim muito por acaso, li uma review para este livro e depois não conseguia parar de pensar nele por isso encomendei uma cópia. Espero ler em breve.

8. The Mime Order, Samantha Shannon — Estou à espera da edição paperback que sai já no início de Julho.

9. Mortal Heart, Robin LaFevers — Aaah! O último volume da trilogia, tenho algum medo, mas ao mesmo tempo quero tanto saber que destino está reservado para a Annith, e mais do que isso quero notícias da Sybella e do Beast e da Ismae e da Anne!!

10. Vicious, V.E. Schwab — Oiço falar tão bem da Schwab, e ainda por cima as capas e as sinopses dos livros dela deixam-me sempre super curiosa para ter os respectivos nas minhas mãozinhas. Espero estrear-me nesta autora em breve e com o Vicious, que é um standalone.

Este meme é da autoria do The Broke and the Bookish.




Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 893 outros seguidores

%d bloggers like this: