estreias-maio-2016

E cá estamos no mês cinco, em que estreia muita coisa no cinema, vários filmes mais ou menos interessantes que não me puxam exactamente para o cinema mas que espero ver quando chegarem à televisão—ainda por cima agora que parece que essa transição não demora nada.

Anjos e Sombras — 05 de Maio

(Exposed)

anjos-e-sombras-poster-pt

Wow este trailer é mesmo mau, basicamente temos o Keanu Reeves sempre com uma expressão vazia a olhar para um lado e para o outro, a Mira Sorvino a mandar vir sem parar num sotaque muito fake, pessoas mortas, sabe-se lá como ou porquê, não dá para perceber o que se passa de todo até porque o título em português dá assim a ideia de que este filme mete alguma coisa maligna e sobrenatural, mas nope, não se vê nada disso no trailer, e depois aquela musiquinha de fundo, oh, Deus.

* * *

O Negócio das Arábias — 05 de Maio

(A Hologram for the King)

Baseado no romance de Dave Eggers, A Hologram For the King. A história parece ser interessante q.b., e eu confesso que tenho um fraquinho por filmes com o Tom Hanks.

* * *

Viver à Margem — 05 de Maio

(Time Out of Mind)

viver-a-margem-poster-pt

Não sou de todo uma especialista em Richard Gere e acho que já não vejo um filme dele aos anos, mas é impressão minha ou ele nos últimos tempos interpreta sempre o mesmo tipo de personagem? Aquele lobo solitário, infeliz, quase sempre com um grave problema de álcool ou drogas ou ambos.

Às tantas estou a confundi-lo com outro actor em fim de vida, sei lá.

* * *

Money Monster — 12 de Maio

(Money Monster)

money-monster-poster

Quando der na TV.

* * *

X-Men: Apocalipse — 19 de Maio

(X-Men: Apocalypse)

x-men-apocalipse-poster

Não sou fã… ao ponto de nunca ter conseguido ver um filme da saga do princípio ao fim. Já dizia o Deadpool:

deapool-timelines-confusing

* * *

Alice do Outro Lado do Espelho — 26 de Maio

(Alice in Wonderland: Through the Looking Glass)

A sequela do Alice in Wonderland (2010), que eu não vi no cinema mas depois cheguei a apanhar um dia na televisão e gostei bastante. Baseado nos livros de Lewis Carroll.

* * *

O Amor é Uma Coisa Estranha — 26 de Maio

(Love is Strange)

love-is-strange-poster

Love is love.

* * *

Bons Rapazes — 26 de Maio

(The Nice Guys)

bons-rapazes-poster

Lembro-me de ver estes dois na transmissão do Red Carpet dos Oscars e chegou a ser engraçado porque pelo que pude perceber ninguém sabia quem era o Gosling e ele tinha de andar com o passe ao peito por cima do seu fato de gala mui chique, e claro que o Crowe ria-se da situação sempre que podia. Na altura já tinha ficado ligeiramente curiosa acerca do filme que eles andavam a promover e cá está ele, Bons Rapazes, que repete a temática da dupla de pseudo-detectives que não começa a sua parceria da melhor maneira, mas que depois lá encaixam os feitios e, suponho eu, salvam o dia. Esta fórmula funciona sempre.

(Fonte: filmspot; todas as datas de estreia estão sujeitas a alteração)

wow1

O Waiting on Wednesday é uma rubrica semanal, da autoria do Breaking the Spine, na qual se posta sobre o lançamento dos livros mais aguardados.

Esta semana vou fazer um bocadinho de batota e escolher um livro que já foi publicado para o meu WoW, mas só foi publicado ontem, dia 3 de Maio, portanto é batota mas não é assim muita.

Este também era suposto ser o meu WoW da semana passada mas não tive oportunidade de o postar e não queria deixar o The Hidden Oracle passar em branco nesta rubrica.

Portanto, aqui fica o primeiro livro da nova série de Rick Riordan, The Trials of Apollo, que conta com o Apollo—que me fez rir tanto na série Heroes of Olympus—como protagonista e ainda com o Percy e a sua trupe. Quero tanto ver o que esta cambada anda a fazer depois do Blood of Olympus.

the-hidden-oracle-the-trials-of-apollo-1

Título: The Hidden Oracle
Série: The Trials of Apollo, #1
Autor: Rick Riordan
Editora: Disney-Hyperion
Páginas: 384
Publicação: 03 Maio, 2016
Formato: Hardback
ISBN: 9781484732748
Idioma: Inglês

add to goodreads

Sinopse: How do you punish an immortal?

By making him human.

After angering his father Zeus, the god Apollo is cast down from Olympus. Weak and disorientated, he lands in New York City as a regular teenage boy. Now, without his godly powers, the four-thousand-year-old deity must learn to survive in the modern world until he can somehow find a way to regain Zeus’s favour.

But Apollo has many enemies—gods, monsters and mortals who would love to see the former Olympian permanently destroyed. Apollo needs help, and he can think of only one place to go… an enclave of modern demigods known as Camp Half-Blood.

buy the book from The Book Depository, free delivery

 


The Winner's Kiss - 24/03
Autor: Marie Rutkoski
Série: The Winner’s Trilogy, #3
Editora: Bloomsbury UK
Publicado: Março, 2016 
Formato: Paperback
Páginas: 484
ISBN: 9781408858745
Idioma: Inglês

Sinopse: War has begun. Arin is in the thick of it with untrustworthy new allies and the empire as his enemy. Though he has convinced himself that he no longer loves Kestrel, Arin hasn’t forgotten her, or how she became exactly the kind of person he has always despised. She cared more for the empire than she did for the lives of innocent people—and certainly more than she did for him.
At least, that’s what he thinks.
In the frozen north, Kestrel is a prisoner in a brutal work camp. As she searches desperately for a way to escape, she wishes Arin could know what she sacrificed for him. She wishes she could make the empire pay for what they’ve done to her.
But no one gets what they want just by wishing.
As the war intensifies, both Kestrel and Arin discover that the world is changing. The East is pitted against the West, and they are caught in between. With so much to lose, can anybody really win?

add to goodreads

Opinião:

***Sem triângulo amoroso, f-ck yeah!***

Opaaaaá, nem sei bem como vou fazer isto, porque ainda tenho o coração a bater a mil—e nem sequer foi o final que me deixou assim, foi literalmente o livro todo, todo, porque ele é assim tão bom, porque ele foi tudo o que eu queria e MAIS.

Em retrospectiva agora até me dá vontade de rir pensar o quanto receei este desfecho, mas eu sabia lá o que me esperava, nunca tinha lido uma série da Rutkoski, não fazia ideia se ela era apologista de finais super trágicos para as personagens e traumatizantes para os leitores, de modo a provar alguma coisa; ou se sempre planeou um final como todos nós—personagens e leitores—merecíamos e por isso nos fez sofrer que nem uns desgraçados ao longo da série. AAaaah! Mas o qUe é quE eLA vai fAZer?? O QUê??? SOCORRO.

Bem, é com um enorme e estúpido sorriso na cara que digo que a autora ultrapassou todas as minhas mais positivas expectativas e que este The Winner’s Kiss é o perfeito terceiro livro numa trilogia em todos os sentidos. A meu ver ela não deixou escapar nada, calmamente e com muita mestria deu um desfecho com pés, tronco e cabeça a todos os assuntos pendentes e a todas as personagens que interessavam, com claro e absoluto protagonismo para a Kestrel e o Arin, quer como indivíduos, quer como casal—este livro é completamente uma ode a eles e eu amei, amei, amei cada parágrafo.

No grande esquema das coisas o que mais me deixou de rastos foi o facto da autora ter posto a Kestrel e o Arin *espantem-se* a falar, honestamente, sem mais rodeios ou máscaras ou mentiras ou cifras ou palavras ocultas, sobre absolutamente tudo o que eles precisavam falar desde o livro um. Todas aquelas coisas que nós sabíamos que ela sabia e tinha feito mas ele não, e que apesar de tudo ele sentia e até tentava mostrar mas ela não podia e fazia o máximo para ser cruel e o afastar, e que depois ela achava que no fundo ele até sabia mas ele não se deixava ter esperanças e vice-versa e ora bolas, DEIXEM-ME VIVER!! tudo isto, FINALMENTE, dito e conversado e esclarecido, imagine-se. (!!!) 

Claro que este desfecho ainda causa muita dor e aflição, uma boa parte deste livro ainda é com o Arin e a Kestrel longe, tão longe um do outro, ela a passar por um mau bocado e a perder-se, a perder-se, mas ainda com um bocadinho assim pequenino de esperança, e ele do outro lado do mundo a pensar o pior dela e a afogar as suas mágoas na guerra e em tudo o que seja Valorian que lhe apareça à frente.

Mas, oh meu Deus, quando ele finalmente descobre a verdade este livro ganha toda uma nova dimensão e eu achei que ia morrer a qualquer momento de ansiedade.

A Kestrel partiu-me o coração por causa de tudo o que lhe acontece e o Arin partiu-me o coração por causa de toda a miséria e culpa que se apodera dele. A história deles praticamente volta à estaca zero e é tão doloroso como delicioso e ainda cómico, vê-los recomeçar, mas desta vez sem ser proibido, só muito confuso e estranho para a Kestrel e frustrante para ambos. Este plot twist ainda que doloroso, deu um outro fôlego à história, mas especialmente ao romance, e foi tão bem feito. Tiro o meu chapéu à Rutkoski. Ela realmente partiu-me toda mas depois juntou todos os meus pedacinhos, colou-os e eu fiquei como nova. *happy cry*

Quero terminar, porque já disse tanto, mas não o posso fazer sem falar no Roshar um bocadinho que seja, ele que me matava de riso quase sempre que abria a boca. Tantas quotes marcantes, tipo:

“Now I’m getting sad, just thinking about how it would feel to be parted from my sweet self. Lucky me: I will always have my own company.”

Conclusão: recomendo, recomendo, recomendo esta trilogia por tudo e mais alguma coisa, mas sobretudo

  • porque tem duas personagens principais fabulosas e frustrantes e teimosas e marcantes que passam por tanto e que crescem tanto e que se querem tanto;
  • porque o romance é um *sofrimento daqueles* durante os dois primeiros livros mas depois entra o terceiro e ele é tão intenso e maravilhoso e terno e tudo e tudo and nothing else matters;
  • porque tudo o que acontece nesta história tem um propósito, a Rutkoski nunca se põe a encher chouriços, cada volume desta trilogia conta uma parte de uma longa jornada que faz todo o sentido como um todo;
  • porque a escrita desta autora é completamente deslumbrante;
  • e eu já disse que não há triângulo nesta série?? Porque (“…I belong to you, and no other”) não há! Woozaaah!!

5stars

EN | Goodreads | The Book Depository

drstrange

Behold! o primeiro trailer do Doctor Strange com o Sherlock Benedict Cumberbatch!

Confesso que o Doctor Strange é um daqueles super-heróis cuja história desconheço por completo e portanto estou para lá de animada para ver este filme de origem.

O trailer está fantástico e mesmo desconhecendo a personagem acho que o Cumberbatch é um gigante casting win, porque o Cumberbatch é um casting win em qualquer situação. Ha.

Doctor Strange tem estreia prevista para 03 de Novembro em Portugal. Le sigh.

doctor-strange-poster


wow1

O Waiting on Wednesday é uma rubrica semanal, da autoria do Breaking the Spine, na qual se posta sobre o lançamento dos livros mais aguardados.

E esta semana no WoW, mais uma antologia, desta vez dentro do tema do crime e do mistério, Mystery & Mayhem: Twelve Deliciously Intriguing Mysteries. A autoria é pelo designado The Crime Club, que conta com doze autoras britânicas que escrevem para um público-alvo mais jovem, mas eu nem quero saber, lalalalala.

Título: Mystery & Mayhem: Twelve Deliciously Intriguing Mysteries
Autor: The Crime Club: Clementine Beauvais, Elen Caldecott, Susie Day, Julia Golding, Frances Hardinge, Caroline Lawrence, Helen Moss, Sally Nicholls, Kate Pankhurst, Robin Stevens, Harriet Whitehorn, Katherine Woodfine
Editora: Egmont UK
Páginas: 320
Publicação: 05 Maio, 2016
Formato: Paperback
ISBN: 9781405282642
Idioma: Inglês 

add to goodreads

Sinopse: Twelve mysteries.

Twelve authors.

One challenge: can YOU solve the crimes before the heroes of the stories?

These are twelve brand-new short stories from twelve of the best children’s crime writers writing today.

These creepy, hilarious, brain-boggling, heart-pounding mysteries feature daring, brilliant young detectives, and this anthology is a must for fans of crime fiction and detection, especially the Murder Most Unladylike Mysteries, The Roman Mysteries and The Mystery of the Clockwork Sparrow.

The Crime Club are twelve UK-based authors who are mad about crime fiction. Clementine Beauvais, Elen Caldecott, Susie Day, Julia Golding, Frances Hardinge, Caroline Lawrence, Helen Moss, Sally Nicholls, Kate Pankhurst, Robin Stevens, Harriet Whitehorn and Katherine Woodfine can be found anywhere there is a mystery to be solved, a puzzle to be cracked or a bun to be eaten, and they are always ready for the next puzzling case.

BuyFrom_grey_delivery

 


Estreou um novo trailer do Fantastic Beasts and Where To Find Them ontem durante os MTV Movie Awards e cá está ele:

Confesso que não li o livro mas gosto bastante do que vejo no trailer, o Eddie Redmayne no papel de cromo inseguro é sempre top.

Com realização do David Yates, o mesmo de prai quatro ou cinco filmes da saga Harry Potter, Monstros Fantásticos e Onde Encontrá-los tem estreia prevista para 17 de Novembro, em Portugal.

monstros-fantásticos-poster-pt


in-my-mailbox-logo

Esta semana na Mailbox: moças em vestidos verdes.

Antes de tudo, já viram os novos bookmarks do Book Depository? São para colorir e são TÃO giros. Tentei incluir dois na primeira foto, mas ficaram um bocado desfocados.

Okay, então, tive a sorte de ganhar esta cópia super gira (com passarinhos na capa!!) do How to Fall in Love da Cecelia Ahern num giveaway há umas semanas, e porque parece que ultimamente me esqueço de tudo, nunca mais me lembrei deste win e fiquei com cara de parva a olhar para um grande pacote amarelo claramente non-BookDepository-ish na minha caixa de correio no início desta semana. Para aumentar o meu estado de parvoíce o livro ainda vinha perfeitamente embrulhado em papel dourado com uma borboleta autocolante. What is this?? Até que li “Cecelia Ahern” através do papel e fez-se luz. Nunca li nada desta autora e portanto estou super animada.

Oferta

How to Fall in Love — Cecelia Ahern | BookDepo

Compras

Because of Miss Bridgerton, The Rokesbys #1 — Julia Quinn | BookDepo

The Winner’s Kiss, The Winner’s Trilogy #3 — Marie Rutkoski | BookDepo

A Tyranny of Petticoats — várias autoras | BookDepo

THE WINNER’S KISS!!! Até me faltou o ar quando abri o pacote e vi a rapariga no vestido verde, não sei porque fiquei tão surpresa, já sabia que ele vinha a caminho, mas sei lá, parece que esta encomenda chegou mais depressa que o costume e apanhou-me mesmo desprevenida. Anyway, estou a lê-lo neste preciso momento e oh meu Deus, pessoas, OH. MEU. DEUS.

Because of Miss Bridgerton, mais uma lady in green, ia ser um bocadinho awkward se a Kestrel e a Billie aparecessem no mesmo baile a usar o mesmo verde. Who wore it better? A Whistledown ia ter de as incluir na crónica. Ha!

Já aqui tenho falado do A Tyranny of Petticoats que é uma antologia por várias autoras YA com protagonistas muito badass que não se conformam. Todas as histórias se passam num historical setting, indo deste 1710 até 1968, que pronto, já é relativamente atual mas ainda assim já foi quase há 50 anos. Estou especialmente aflita para ler as histórias da Y.S.Lee e da Marissa Meyer.

Também é preciso dizer que o A Tyranny of Petticoats foi em parte compra e em parte oferta, porque comprei na Amazon usando uns gift cards que tive a sorte de ganhar em giveaways e que fui acumulando na minha conta, este é só o primeiro livro dessa encomenda de três hardbacks em que só paguei cerca de 3 euros do meu bolso, yay. :)

Ainda sobre o A Tyranny of Petticoats, aqui fica a lista das histórias pelas várias autoras (basta clicar na foto que ela aumenta de tamanho):




Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 942 outros seguidores

%d bloggers like this: