Lark Rising

30Out14
Lark Rising
Autor: Sandra Waugh
Série: Guardians of Tarnec, #1
Editora: Random House
Publicação: 23 Set, 2014
Formato: Hardback
Páginas: 384
Idioma: Inglês

Sinopse: Full of romance and nature magic, this debut fantasy is perfect for fans of Shannon Hale, Juliet Marillier, and Kristin Cashore.
Lark has foreseen two things—she will fall for a young man with sage green eyes,and he will kill her.
Sixteen-year-old Lark Carew is happiest close to home, tending her garden and gathering herbs for medicines. But when her Sight warns her that monsters called Troths will soon invade her village, Lark is summoned on a journey to seek help from the legendary Riders of Tarnec. Little does she suspect that one of the Riders, Gharain, is the very man who has haunted her visions. Or that the people of Tarnec have called her there for another reason: Lark is the Guardian of Life, the first of four Guardians who must awaken their powers to recover four stolen amulets. Together, the amulets—Life, Death, Dark, and Light—keep the world in Balance. To take back the Life amulet, Lark will have to discover her true inner strength and give in to a love that she swears will be her downfall.

Opinião:

Já não me atiro aos debuts como antes, mas este tinha tão bom aspecto, já para não falar que a Juliet fez-lhe um blurb, e não é todos os dias que tal coisa acontece, por isso estava super animada para ler o Lark Rising, e sobretudo confiante de que ia ficar fã da autora e da série. Conclusão: GRANDE NÃO.

Honestamente só me dá pena a bela da capa, porque de resto não se aproveita nada. A história até não começou mal, mas depressa me fez rolar os olhos nas órbitas por causa 1. do plot taaão previsível, 2. das cenas e diálogos cheesy, e 3. do romance insosso. Pior do que isto só as personagens principais que são dois grandes cromos e davam-me cá um soninho… (T_T)

A protagonista, Lark, é uma autêntica Mary Sue, toda ela bondosa, altruísta, e desinteressante, um floquinho de neve especial que possui a Sight (prevê o futuro), e que certo dia é escolhida para ir pedir ajuda a um grupo de cavaleiros, os Riders, para defender a aldeia dela de uns bicharocos humanóides, os Breeders. Ao longo da sua jornada ela acaba por descobrir que é a Guardiã de um de quatro amuletos que controlam o balanço do mundo, amuletos esses que precisam ser encontrados e protegidos.

Se tivesse que adivinhar iria que a Waugh limitou-se a seguir qualquer tipo de guia “Fantasy 101″ para contar esta história; quero com isto dizer que achei o percurso da Lark extremamente previsível a todos os níveis, e que este livro foi um grande momento de dejá vu. Nem consigo elogiar a escrita porque esta leitura para mim foi uma espécie de lista-de-coisas-que-têm-de-acontecer-à-heroína, em vez de sucessão-de-eventos-que-acontecem-naturalmente.

O romance é o mais básico not-really-haters to lovers—a Lark e o seu amado começam muito mal, tendo em conta que ele a quer trespassar com a espada e fica sempre amuado quando ela está presente, mas acontece que ele só se está a fazer de difícil, e que eles estão destinados um para o outro. Adoro quando um casal começa por nem se poder ver e depois vai-se apaixonando lentamente, aos bocadinhos, mas preciso de ver isso acontecer, de ver a conquista, de ver as opiniões mudar, de ver eles a ficarem tão doidinhos um pelo outro que aquela animosidade inicial torna-se numa memória cómica—e não foi nada disto que se passou com este casal. Que piada tem o gajo andar-me de cara feia durante mais de metade do livro e assim de repente, I love you so much, let’s make out…?

E se há coisa que me aborrece é quando um narrador (neste caso narradora, a Lark) passa a história a lembrar-me de que cor são os olhos, o cabelo, a pele, as roupas, desta e daquela personagem, ou pior, quando não para de elogiar a beleza e a perfeição física do amado. Enough, já me disseste que os olhos do moço são sage-green e que ele é lindo e que tem um sorriso do outro mundo umas seis vezes, é mesmo preciso dizeres-me mais uma vez? Não há paciência.

1star

Goodreads | The Book Depository

waitingonwednesdayO Waiting on Wednesday é um blog hop semanal em que se posta sobre livros pelos quais se espera—e desespera.

Waiting on Wednesday é da autoria do blogue Breaking the Spine.

E esta semana no WOW, uma novela gráfica, o quarto volume da série Saga, de Brian K.Vaughan e Fiona Staples.

HAAAZZEEEELLLL!! <3

SAGA - volume 4 - 09/12

Título: Saga, Volume 4
Série: Saga, #19-24
Autor: Brian K. Vaughan & Fiona Staples
Editora: Image Comics
Páginas: 144
Publicação: 09 Dezembro, 2014
Formato: Paperback
ISBN: 9781632150776
Idioma: Inglês

add to goodreads

Sinopse: Visit new planets, meet new adversaries and explore a very new direction, as Hazel becomes a toddler while her family struggles to stay on their feet.

buy the book from The Book Depository, free delivery


Se ainda não começaram a ler esta série, oh meu Deus, tratem disso lá disso pessoal, porque isto é a gem das novelas gráficas.




estreias-2014-novembro copy

Estreiam várias adaptações em Novembro, mas estranhamente o filme que mais estou interessada em ver nem é uma delas.

Cornos — 06 de Novembro

(Horns)

cornos-poster

Adaptação do livro de Joe Jill, Horns, versão tuga: Cornos, com edição da Gailivro. Freaky.

cornos

* * *

Interstellar — 06 de Novembro

(Interstellar)

interstellar-poster

Aqui está ele, o filme que mais quero ver no próximo mês. Só tenho de ignorar a chata da Hathaway.

* * *

Love, Rosie — 13 de Novembro

(Love, Rosie)

love-rosie-pt-poster

Baseado no romance de Cecelia Ahern, Where Rainbows End, edição tuga Para Sempre, Talvez. Parece ser uma história de desencontros e unrequited love. Será que é desta que vou gostar de um filme em que entra a Lily Collins? Mm. Mas hei, Sam Claflin!

* * *

Serena — 20 de Novembro

(Serena)

serena-poster

Baseado no romance de Ron Rash, com edição tuga pela Presença. Not my cup of tea.

serena

* * *

The Hunger Games: A Revolta – Parte 1 — 20 de Novembro

(The Hunger Games: Mockingjay – Part 1)

a-revolta-parte-1-poster

Adaptado do terceiro livro da série Fogos da Fome, de Suzanne Collins, e a primeira parte da conclusão da série de filmes—honestamente este filme parece estar *ene* vezes melhor do que o livro.

* * *

Sete Dias Sem Fim — 27 de Novembro

(This Is Where I Leave You)

sete-dias-sem-fim-poster

Uma comédia familiar baseada no romance de Jonathan Tropper, This is Where I Leave You.

this-is-where-i-leave-you

(Datas de estreia sujeitas a alteração; fonte: cinemasapo)


english-post

* * *

wonderfully-wicked-readathon-2014
Participant: jen7waters
Host: My Shelf Confessions

Useful links:

Books read:

  • Finished reading The House of Hades, had about 200 pages left when the read-a-thon started
  • Lark Rising
  • The Cavendish Home For Boys and Girls
  • Started reading Earth & Sky, read 47 pages

And that’s a wrap! Many thanks to the host of another fabulous read-a-thon, My Shelf Confessions, and to the hosts of the challenges, Kimberly @ Caffeinated Book Reviewer and  Jennifer @. Thanks girls! Until the next Wicked, y’all. ;)


novidades-cuidado-com-o-dalmata copy

Olha a Iris! Finalmente. Há muito que espero pelo livro dela.

Este é o último volume do quarteto das Smythe-Smith, e agora eu quero saber o que é que a Julia vai publicar a seguir.

the-secrets-of-sir-richard-kenworthy

Título: The Secrets of Sir Richard Kenworthy
Série: Smythe-Smith Quartet, #4
Autor: Julia Quinn
Editora: Avon
Publicação: 27 Janeiro, 2015
ISBN: 9780062072948
Formato: Mass Market Paperback
Páginas: 384
Idioma: Inglês 

add to goodreads

Sinopse: Sir Richard Kenworthy has less than a month to find a bride. He knows he can’t be too picky, but when he sees Iris Smythe-Smith hiding behind her cello at her family’s infamous musicale, he thinks he might have struck gold. She’s the type of girl you don’t notice until the second—or third—look, but there’s something about her, something simmering under the surface, and he knows she’s the one.

Iris Smythe–Smith is used to being underestimated. With her pale hair and quiet, sly wit she tends to blend into the background, and she likes it that way. So when Richard Kenworthy demands an introduction, she is suspicious. He flirts, he charms, he gives every impression of a man falling in love, but she can’t quite believe it’s all true. When his proposal of marriage turns into a compromising position that forces the issue, she can’t help thinking that he’s hiding something… even as her heart tells her to say yes.

buy the book from The Book Depository, free delivery




Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 239 outros seguidores

%d bloggers like this: