Captain-America-Thor

Behold! O trailer do Avengers: Age of UltronLINK e BACKUP LINK. Aviso desde já que o vídeo é de baixa qualidade porque na verdade este trailer não era suposto ter sido lançado hoje, foi leaked.

Honestamente fiquei chocada porque parece ser tão dark o filme, dois minutos de footage e nem há uma graçola do Tony nem nada, mas que raio? E o que se passa com o Bruce? O que se passa com todos??

Adoro o gémeos Maximoff. :3

Age of Ultron tem estreia prevista para o dia 30 de Abril de 2015 em Portugal.


Aqui ficam as capas da mais recente edição da EW com imagens promocionais exclusivas do Into the Woods. A minha favorita é a do Chris Pine e da Anna Kendrick. :D

into-the-woods-01

into-the-woods-02

into-the-woods-03

into-the-woods-04

Into the Woods na verdade começou por ser um musical, depois lá apareceu o livro (musical), e agora o filme (musical).

into-the-woods-poster-pt

Já tinha partilhado o trailer, mas aqui fica mais uma vez, for the people in the back:

Estreia em Portugal no dia de Ano Novo de 2015.

(Fonte)


The House of Hades

Autor: Rick Riordan
Série: The Heroes of Olympus, #4
Editora: Disney-Hyperion
Publicação: Out, 2013
Formato: Hardback
Páginas: 583
Idioma: Inglês

Sinopse: Though the Greek and Roman crewmembers of the Argo II have made progress in their many quests, they still seem no closer to defeating the earth mother, Gaea. Her giants have risen—all of them—and they’re stronger than ever. They must be stopped before the Feast of Spes, when Gaea plans to have two demigods sacrificed in Athens. She needs their blood—the blood of Olympus—in order to wake.

The demigods are having more frequent visions of a terrible battle at Camp Half-Blood. The Roman legion from Camp Jupiter, led by Octavian, is almost within striking distance. Though it is tempting to take the Athena Parthenos to Athens to use as a secret weapon, the friends know that the huge statue belongs back on Long Island, where it “might” be able to stop a war between the two camps.

The Athena Parthenos will go west; the Argo II will go east. The gods, still suffering from multiple personality disorder, are useless. How can a handful of young demigods hope to persevere against Gaea’s army of powerful giants? As dangerous as it is to head to Athens, they have no other option. They have sacrificed too much already. And if Gaea wakes, it is game over.

add to goodreads

Opinião:

Aguenta coração que esta série não é para os fracos! Opá, isto foi tão bom, tão bom, mas tão bom, que vou ter que me espremer aqui toda para escrever qualquer coisa que faça mais ou menos sentido, ao mesmo tempo sabendo que não vou conseguir explicar o tamanho da minha adoração por este volume da série.

Talvez de tentar fazer isto por pontos…

1. Percy & Annabeth & a missão impossível de atravessar Tartarus — Meus ricos filhos! Que isto foi uma maldade tão grande, um caminho tão perigoso, tão vagaroso, tão doloroso. Acho que a única coisa que me impediu de largar tudo e deitar-me da posição fetal a chorar, foi o facto deles estarem nesta situação juntos, porque se um ou outro tinha de fazer isto emparelhado com outro dos demigods, eu não sei não… *Jen fica chonézinha* Mas claro que este foi mais um desvio de percurso necessário e de mestre, era essencial ficar a conhecer Tartarus, e como fã desvairada desta série, confesso que sempre tive uma curiosidade mórbida em saber como é que o autor imaginava o lugar. Tiro-lhe o chapéu.

2. O segredo de Nico — C’um catano, aquela revelação deixou-me de rastos. Este miúdo precisa de uma alegria que seja, precisa que uma coisa lhe corra bem a nível pessoal, precisa que algo que ele queira muito abra caminho até ele, nem que seja contra todas as probabilidades. Pretty please, oh Deuses do Olimpo.

3. FESTUS LIVES, SUCKERS! — O meu amor por esta criatura não tem limites, e parece que as lágrimas que vou chorar por ele também não. D':

4. O novo e melhorado Frank + aquela promoção — Boosts de confiança nunca são demais para o doce Frank, e ora bolas, ele precisava mesmo disto. Este rapaz sempre teve uns níveis muito baixos de auto-estima e faz-me doer a alma sempre que ele não acredita que é capaz de fazer isto e aquilo, porque os outros demigods é que são extraordinários e ele não. Fai Zhang, tu atina, e vai-te olhar ao espelho.

5. BAMFs Piper e Hazel — Hehe, se há coisa que adoro é quando um inimigo subestima uma destas meninas, e elas lhes mostram de que raça são feitas.

6. LEO & CALYPSO, LEO & CALYPSO, LEO & CALYPSO!!!! — E o prémio Casal Maravilha Mais Improvável do Ano vai para…***Valha-me a Aphrodite, que eu nem nos meus mais loucos sonhos era capaz de imaginar estes dois numa cena juntos sequer, e não é que de repente, qual Iron-Man que ficou sem combustível enquanto sobrevoava o Mediterrâneo, Leo Valdez despenha-se-me em Ogygia, partindo literalmente a loiça toda (mobília e tudo), e fica-me à mercê da Calypso, que já nem pode ver pseudo-pretendentes à frente. POOF! acaba-se o sossego da moça, e rebenta o ódio carregado de tensão sexual na ilha.***

omg202

E obrigadinha, Rick, por me deixares a chuchar no dedo com aquele desfecho dos infernos. AQUILO NÃO PODE FICAR ASSIM, NÃO PODE. À semelhança do Nico, o meu Leo e a minha Calypso já sofreram demasiado nesta vida e precisam de uma coisa boa, desta coisa boa. Também confesso que o Leo neste momento é a minha personagem favorita da série e eu preciso vê-lo feliz a qualquer custo. ; __ ;

Não me admirei que todos os demigods tivessem direito a POV neste quarto volume, estava à espera que tal acontecesse mais cedo ou mais tarde, e sei lá como é que o autor consegue fazer isto sem me dar um nó no cérebro, ou como é que ele consegue dar uma voz própria a cada um—deve ser um feitiço qualquer.

Próximo: Blood of Olympus! O último livro da série. Tenho tanto medo, e honestamente não estou preparada para dizer adeus.

5stars

Goodreads | The Book Depository

toptentuesday

Top Ten Tuesday, esta semana com o tema Top New Series I Want To Start. Vou listar só séries que já estão publicadas (na totalidade ou não), aliás, tenho estes primeiros volumes quase todos ali na estante, waiting, waiting…

  1. The Red Pyramid, Kane Chronicles #1, de Rick Riordan
  2. The Demon King, Seven Realms #1, de Cinda Williams Chima
  3. A Discovery of Witches, All Souls Trilogy #1, de Deborah Harkness
  4. On the Edge, The Edge #1, de Ilona Andrews
  5. Pure, Pure #1, de Julianna Baggott
  6. Pushing the Limits, Pushing the Limits #1, de Katie McGarry
  7. Cold Magic, Spiritwalker #1, Kate Elliott
  8. Ship Breaker, Ship Breaker #1, de Paolo Bacigalupi
  9. Tithe, Modern Faerie Tales #1, de Holly Black
  10. Etiquette & Espionage, Finishing School #1, de Gail Carriger

Este meme é da autoria do The Broke and the Bookish.


 

Free Delivery on all Books at the Book Depository


Landline

21Out14

Autor: Rainbow Rowell
Editora: St.Martin’s Press
Publicação: Julho, 2014
Formato: Paperback
Páginas: 310
Idioma: Inglês

Sinopse: Georgie McCool knows her marriage is in trouble. That it’s been in trouble for a long time. She still loves her husband, Neal, and Neal still loves her, deeply—but that almost seems besides the point now. Maybe that was always besides the point. Two days before they’re supposed to visit Neal’s family in Omaha for Christmas, Georgie tells Neal that she can’t go. She’s a TV writer, and something’s come up on her show; she has to stay in Los Angeles. She knows that Neal will be upset with her—Neal is always a little upset with Georgie—but she doesn’t expect to him to pack up the kids and go home without her. When her husband and the kids leave for the airport, Georgie wonders if she’s finally done it. If she’s ruined everything.
That night, Georgie discovers a way to communicate with Neal in the past. It’s not time travel, not exactly, but she feels like she’s been given an opportunity to fix her marriage before it starts… Is that what she’s supposed to do? Or would Georgie and Neal be better off if their marriage never happened?

add to goodreads

Opinião:

Rainbow Rowell does it again!

A sério, esta senhora não desaponta, é cada livro, cada montanha-russa de emoções, romances de fazer o coração bater mais forte, e personagens inesquecíveis. OPÁ! E o que é que eu faço à minha vida agora que esgotei todos os livros dela?? Que faço à minha vida??? D':

Landline conta a história de Georgie, uma senhora casada, mãe de duas meninas adoráveis, e guionista de uma série de TV, que cancela as suas férias de Natal para se dedicar a um projecto virtualmente impossível no trabalho, mas que se correr bem será a grande oportunidade da sua carreira. Acontece que o marido, Neal, não alinha nesta alteração de planos como ela estava à espera, e viaja na mesma para visitar a mãe noutro Estado, e leva as meninas com ele. A Georgie primeiro fica em estado de choque, e depois tudo aponta para que ela tenha perdido o juízo porque quando telefona para casa da sogra para falar com o Neal, o Neal do presente, quem atende o telefone é o Neal de 1998, que nesta história foi há 15 anos atrás, quando eles ainda nem eram casados. E esta, hein?

Pode parecer ingénuo da minha parte mas desde o início que não concordei com a atitude da Georgie, por muito que a adore como protagonista, respeite a dedicação dela à carreira, entenda que aquela era uma oportunidade fantástica, e que afinal ela só estava a cancelar uma visita prolongada à casa da sogra pela altura do Natal, mas depois de saber que toda a vida ela abdicou de tanto no seu casamento e que perdeu tantos momentos do crescimento das filhas, porque escolhe sempre pôr o trabalho em primeiro lugar, fiquei completamente indignada, zangada, triste.

Pior é que a Georgie tem perfeita noção disto, ela sabe que não faz o suficiente pelo seu casamento e pelas meninas, e sabe ainda que o marido está constantemente infeliz, por isso quando se apercebe que está a falar com o Neal de 1998, pondera sabotar a sua relação para que eles nunca se cheguem a casar, e assim dar-lhe a oportunidade de encontrar alguém que o faça feliz como ele merece. Georgie do Céu! O meu coração não aguenta—ainda por cima quando é notório que estes dois se amam loucamente e não podem viver um sem o outro! ;__;

A presente crise da Georgie vai alternando com episódios chave do passado do casal, episódios em que ela conta como é que eles se conheceram, como é que a relação evoluiu e tal, o que me deixou a salivar por mais, muito mais. Ia adorar ter um livrinho inteiro de Georgie & Neal circa anos noventa. A Rainbow é genial a escrever sobre casais improváveis e com feitios opostos, e este é mais um exemplo notável—o Neal é um introvertido que passa despercebido em qualquer lado, que tem todo o potencial mas que não sabe bem o que quer da vida, e que age sempre com o coração, versus o tornado Georgie que adora fazer os outros rir, que tem uma vocação e planos profissionais definidos, que se deixa desleixar com tudo excepto com o trabalho. Quem ia alguma vez adivinhar que Neal + Georgie = fogo de artifício?! Ficava toda arrepiadinha sempre que lia uma passagem daquelas em que a Georgie está ali a dar-lhe forte e feio, claramente no engate se alguma vez vi tal coisa, e no entanto o Neal, o doce e tímido Neal, com todo um ego de rastos, mal consegue olhar para ela durante dois segundos seguidos. Arrepios.

E Kinder-Surpresa! Há um cameo digo do Love Actually da Cath e do Levi neste livro, aaaah! Já vários leitores suspeitavam desta maldade boa, tão boa, até que autora confirmou***de grItOS! dE gRITos!

fangirl-mode

E agora é esperar e desesperar pelo novo projecto da senhora, imagine-se que ela está neste momento a colaborar com uma artista para lançar não uma, mas duas novelas gráficas para jovens-adultos. QUERO TANTO.

5stars

Goodreads | The Book Depository

english-post

* * *

wonderfully-wicked-readathon-2014
Participant: jen7waters
Host: My Shelf Confessions

Day one of the Wonderfully Wicked and here’s the first challenge: Bookish Scavenger Hunt hosted by Kimberly @ The Caffeinated Reviewer.

a bird | bitten fruit


a lion | dominoes


shoes | fedora

(I hope that’s a fedora hat, honestly I’m not 100% positive)


a headless couple | crown/tiara


a sword | tree roots


a green dress | almost smooching


a cowboy | a witch


zombie | creepy house


an eye | a cat


large letters | blood


chris-in-the-heart

Aqui fica o trailer do novo filme do Chris Hemsworth, THOR VS. MOBY DICK In the Heart of the Sea, adaptado do bestseller com o mesmo título, de Nathaniel Philbrick, baseado em eventos reais.

O tema não é a minha praia, mas é o Chris Hemsworth. Suado. Sujo. Encharcado.

Estreia em Portugal prevista para 19 de Março de 2015.

in-the-heart-of-the-sea

buy the book from The Book Depository, free delivery




Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 236 outros seguidores

%d bloggers like this: