In My Mailbox (181)

24Set16

in-my-mailbox-logo

E cá está a Mailbox de Setembro que, em termos de livros físicos, pertence só a uma nova favorita, Tessa Dare, e a uma velha favorita, Diana Wynne Jones.

Compras

Any Duchess Will Do, Spindle Cove #4  — Tessa Dare | BookDepo

Romancing the Duke, Castles #1 — Tessa Dare | BookDepo

The Time of the Ghost — Diana Wynne Jones | BookDepo

Enchanted Glass — Diana Wynne Jones | BookDepo

Dark Lord of Derkholm, Derkholm #1 — Diana Wynne Jones | BookDepo

Desta pilha de aquisições recentes ainda só li o Romancing the Duke e OMD, é TÃO BOM. Daí me ter aventurado em mais uma série da Tessa Dare, Spindle Cove, mas comecei pelo meio porque gostei muito da sinopse do Any Duchess Will Do que fala de um duque meio parvo que escolhe uma empregada para casar só para chatear a mãe que está sempre a melgá-lo com o assunto. Promete.

Quanto às compras DWJ, o The Time of the Ghost pelos vistos é muito creepy, e eu gosto de creepy; a sinopse do Enchanted Glass lembrou-me um bocadinho do Fire and Hemlock e portanto, gimme; e o Dark Lord of Derkholm supostamente é muito cómico, coisa que não parece nada quer por causa do título, quer por causa daquela figura de aspecto demoníaco na capa, naturalmente estes pormenores contraditórios deixaram-me em pulgas para ler o livro.

NetGalley

The Bear and the Nightingale — Katherine Arden

Da NetGalley consegui esta pérola, que é uma novidade de 2017 da Del Rey/Random House que eu queria muito ler e ainda estou parva com o facto do meu request ter sido aceite. Par-va. The Bear and the Nightingale mete magia e mitologia Russa e uma heroína que tem de aturar uma madrasta malvada. Quero mesmo muito ler esta coisa. Este também é o debut de Katherine Arden e portanto ainda vai sevir para adiantar o meu Debut Challenge que anda um bocadinho esquecido.



4 Responses to “In My Mailbox (181)”

  1. 1 p7

    Que coisa tão chocante, ler séries fora de ordem!!! Lol, bem sei que RH não costuma ter muito seguimento ao longo duma série… mas sei que se tivesse começado pelo fim ou pelo meio dos Bridgertons, tinha perdido “a grande revelação”. (Que agora até me estou a dar conta que é o título do quarto livro em português. xD) E toda a piada de acompanhar a coisa até descobrirmos a verdade.

    Jeeeeeeen http://juliaquinn.com/coming.php#make-believe Pelo título, acho que já sei o que ela vai fazer: o Edward tem amnésia, e é salvo por uma moça lá nas Américas que depois finge que ele é marido dela para se proteger da gente doida que sem dúvida que andará por lá… xD Só a Julia para me pôr já a fazer um filme disto…

    • Rebelde até não poder mais, hehe. Pois, espero não perder nada pelo lá pelo meio da Spindle Cove… sweats nervously
      Tiveste agora um daqueles momentos OMG he/she said it!, neste caso: I said it!, quando se vê um filme ou lê um livro e de súbito alguém diz o título.

      AAAAH! isso seria brutal :O Adoro plots a meter amnésicos e make-believe-somethings 😀 e seria um bocadinho aquilo que a gente queria, o Edward a voltar para casa com uma noiva escandalosamente americana. xD 30 de Maio arrrgh. Imagina a familia a querer saber coisas, como é que eles se conheceram, como foi o casório e etc e a moça a ter que inventar tudo ali à pressa enquanto que o Edward só faz um shrug; e meses depois, quando eles já estão totalmente apaixonados, alguém chega das colónias e 1. conta a verdade a toda a gente, ou 2. não diz nada e rapta a moça, aaaaah Edward to the rescue!!

      • 3 p7

        Era tão fixe, não era!!! 😀 Shenanigans com o rapaz todo amnésico, mas sempre a suspeitar que a moça não estava bem a dizer a verdade, mas ao mesmo tempo a apaixonar-se por ela, e a família já toda feliz da vida a adorar a nova nora…

        E de repente a razão pela qual ela fugiu com ele aparece, e dá-se a cena climática do livro, em que ele recupera a memória e salva-a dos mauzões e casa com ela de verdade. xD

        Normalmente a Julia não é tão exciting em termos de enredo, com tanta acção e drama, mas até conseguia vê-la a fazer isto.

      • All that, all that! Quer dizer nunca podemos por de parte ser a Billie a salvar alguém dos mauzoes hehe aquela tola… opa o livro ainda nem tem sinopse e nós basicamente já imaginamos toda uma fanfic. 😄 Modéstia à parte é um excelente plot.
        Pois, a Julia é mais naquela base dos conflitos e revelações emocionais, raramente há assim uma grande cena de acção (sem esquecer os palermas Anthony e Simon à batatada lol) este plot imaginário é assim mais ao estilo da LK mas tendo em conta que o Edward também é um soldado nunca se sabe, ela pode perder a cabeça e dar-lhe uma cena final com duelos, espadas e sangue e tudo. Go Julia go 😀


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: