In My Mailbox (180)

30Jun16

in-my-mailbox-logo

Mailbox de Junho, que é bem recheada e com um bocadinho de tudo.😀

Passei-me um bocado com o historical romance este mês, acontece que li recentemente o Because of Miss Bridgerton, o que me despertou a fome pelo género (isto acontece-me sempre que passo muito tempo sem ler HR e depois leio 1 e quero ler 2 e 3 e 4 seguidos) e me fez ir ao BookDepo encomendar dois dos mais antiguinhos da Julia que ainda não li (ainda me falta ler umas quantas destas séries pré-Bridgertons), e ainda ali o When a Scot Ties the Knot da Tessa Dare porque gostei da sinopse que fala de uma moça que inventa um noivo e manda-lhe cartas e mais cartas até que ele um dia lhe aparece à porta porque existe mesmo um tipo com aquele nome, haha—promete. Também já há muito que não leio um histórico com um herói escocês e sei lá, de alguma forma este chamou por mim. Este volume é o terceiro de uma série e eu nem sequer li os anteriores, aliás, acho que nunca li Tessa Dare… mas não tenho a certeza…?

Compras

When a Scot Ties the Knot, Castles Ever After #3 — Tessa Dare | BookDepo

Everything and the Moon, The Lyndon Sisters #1 — Julia Quinn | BookDepo

Brighter Than the SunThe Lyndon Sisters #2 — Julia Quinn | BookDepo

Marrying Winterborne, The Ravenels #2 — Lisa Kleypas | BookDepo

Fire and Hemlock — Dianna Wynne Jones | BookDepo

My Lady Jane — Cynthia Hand, Brodi Ashton, Jodi Meadows | BookDepo

Ofertas/Freebies

The Secret History — Donna Tartt | BookDepo

Frayed — Kara Terzis | BookDepo

The Foxhole Court, All For the Game #1 — Nora Sakavic | Smashwords

NetGalley

Murder in G MajorGethsemane Brown Mysteries #1 — Alexia Gordon

O Marrying Winterborne é o segundo volume dos Ravenels—o livro da Helen—que eu por acaso estou a ler de momento, e vou ter de contar aqui o problema que tive ao encomendar este livro porque acho que pode vir a ser útil se alguém algum dia se encontrar na mesma situação.

Então tinha feito pre-order no Book Depository e cerca de uma semana antes da data de publicação recebo aquele email a dizer que o título já estava disponível e que me ia ser enviado soon. E de facto não demorou muito a receber outro email a dizer que o livro já vinha a caminho, mas no dia exactamente a seguir a ter recebido este email recebo outro a dizer-me que a minha order tinha sido cancelada e o refund feito. E eu: WTF? o BookDepo só pode estar com os copos. Toca a usar o form do “Contact Us” lá do site para perguntar o que se tinha passado com a minha encomenda e recebi uma daquelas respostas padrão a pedir muitas desculpas mas que “the item was made unavailable from our suppliers. We tried every resource available to us in order to obtain this title for you however we were, on this occasion, unsuccessful”.

Ora isto não fazia sentido nenhum porque o livro estava disponível para compra no site, portanto: ???????? Toca a usar o form outra vez e recebi outra resposta semelhante que mais uma vez não me explicava porquê que a minha order tinha sido cancelada se o livro estava disponível no site. Já me estava a passar da cabeça com a situação, até porque estou a habituada a um excelente costumer service do BookDepo quando preciso recorrer a ele (que ainda por cima é coisa que raramente acontece), quando decidi tentar obter ajuda por outros meios, isto é: redes sociais. E foi assim que encontrei um Twitter chamado BOOK DEPOSITORY HELP. E deixem-me que vos diga que o oompa loompa responsável por aquela conta é um anjo, UM ANJO.

Expliquei-lhe o problema e não demorou nada estava ele a pedir-me o número da encomenda para investigar a situação, e no mesmo dia, numa questão de 1-2 horas ele resolveu tudo. Explicou-me que de facto os suppliers deles falharam com a entrega do livro e quando isso acontece o sistema cancela automaticamente todas as encomendas e faz o refund aos clientes, mas como eles conseguiram logo arranjar o Marrying Winterborne de outro supplier o livro nunca deixou de estar indisponível no site. Ele então disse-me que se eu quisesse podia encomendar o livro outra vez e que ele tinha todo o gosto em fazer-me novo refund de maneira a eu só pagar o preço que tinha pago inicialmente, porque quando fiz pre-order paguei uns 6 euros e tal, e naquela altura o livro estava a quase 12 euros (agora parece que já baixou outra vez). E assim foi, fiz a encomenda e nem vinte minutos depois já tinha recebido refund e o meu livro estava em a caminho. Felicidade! In conclusion: não hesitem em pedir ajuda àquela conta do Twitter sempre que for preciso porque de facto é um costumer service super rápido e atencioso.

Adiante, o Fire and Hemlock porque já faz ano que não leio Diana Wynne Jones e este foi praticamente uma compra aleatória dentro da sua vasta obra, visto que ainda me falta ler ene livros da autora.

Também aproveitei o restinho de um gift certificate da Amazon para comprar o My Lady Jane que é tão giro (as extremidades das páginas fazem Aquela Coisa de não estarem perfeitamente alinhadas umas com as outras que eu gosto tanto—foto em baixo) e parece ser tão divertido.

Quanto às ofertas, o The Secret History foi um presente de aniversário, MANY THANKS ANITA! <3 Tinha-o adicionado recentemente à wishlist porque li em algum lado que alguém o recomendava para quem gostou de Raven Boyssign me dafuq up. Adoro a encadernação, a sério, é tão simples e tão gira—o livro em si parece um journal.

O Frayed foi um giveaway win (YAY, fadinhas!) no That Artsy Reader Girl, num daqueles giveaways que fazem parte do Debut Author Challenge no qual eu estou a participar devagar, devagarinho. O prémio foi mesmo oferecido pela autora e chegou-me via Book Depository. Many thanks to Kara Terzis.🙂

O Foxhole Court também é culpa dos Raven Boys, porque é mais uma recomendação para os fãs da série e ainda por cima ultimamente tenho ouvido falar sem parar desta série. O ebook do primeiro volume da série está disponível para download à borla na Smashwords—não sei se é freebie permanente ou temporário.

E por último, Murder in G Major que requisitei na NetGalley porque achei a sinopse interessante e porque também já me anda a apetecer ler um mistério mais adulto. Lá ver o que sai daqui.



7 Responses to “In My Mailbox (180)”

  1. 1 p7

    Já me aconteceu uma ou outra vez com um livro, essa situação do refund e afinal o livro estar disponível. Mas aí o problema é deles, então para que raios é que cancelam as encomendas todas do livro, sem pelo menos darem-se tempo para ver se conseguem o livro noutro fornecedor??? E depois lá está, se contactares pelo site dão-te as respostas padrão, às vezes até acho que é um bot a responder-nos nestes serviços ao cliente. -.-

    Por isso, muito fixe descobrires este truque. Se me acontecer novamente, vou experimentar. Claramente a conta do Twitter tem uma pessoa a sério por trás.🙂

    • Yep! é muito chato, acho que eles precisam de corrigir o sistema nesse sentido, quer dizer, que parvoíce, eu nem quero imaginar as encomendas que foram canceladas com este livro sendo de uma autora popular. É que ainda por cima ainda faltava prai uma semana para a data de publicação, não lhes fazia diferença nenhuma esperar por outro fornecedor. Aliás, aquele sistema deve ter muitos problemas se confirma que a encomenda já vem a caminho mas nem sequer há livros nos armazéns. Mmm.

      É super atencioso e rápido (e usa smilies nas mensagens)! ao contrário da ajuda pelo form que até costuma ser rápido a mandar respostas mas é como dizes, aquilo deve ser bot.

      • 3 p7

        Pois… o sistema deles é assim para o parvo, é como mandarem-te um mail para dizerem que já têm o livro, outro para dizer que vão mandar. Eu não preciso de tantos e-mails, um chega para me dizer que vão mandar o livro. :S Isto assim só cria o caos para eles, nem toda a gente contactará, mas suficiente gente vai contactá-los como tu, e vão perder um rol de tempo a resolver a coisa. Que podiam usar para fazer outras coisas mais produtivas.

        Se não for bot, é humano a gerir respostas altamente padronizadas. Que vai dar ao mesmo… Há uns tempos fiz uma encomenda num site nada a ver com livros, e 10 minutos depois de encomendar reparei que havia um problema com a morada. Contactei-os imediatamente. Qual não é o meu espanto por horas depois receber uma resposta a dizer que não podiam fazer nada, já tinha sido enviado, e que esperavam que eu recebesse na mesma a encomenda. facepalm

        Dois problemas com a resposta deles. Um, foi a primeira vez que fiquei desapontada com um tão célere serviço. Dois, a resposta era tão padronizada que eu fiquei a ver vermelho de raiva, porque soava mesmo como não estivessem a perceber a seriedade da situação. A morada estava errada, caramba, como é que eles esperavam que me chegasse??? Enfim, tive que ser eu a mexer-me para a interceptar cá em Portugal. Ajudou que fosse uma daquelas da alfândega… o pessoal da alfândega queria era que eu pagasse as taxas, queriam lá saber da morada. xD

        Mas pronto, começo a achar que o customer service em geral é um pedacinho de Inferno na Terra.😛

      • LOL, essa de ficares a ver vermelho soa-me familiar (eu por volta da segunda resposta deles quando percebi que estava a falar pró boneco. Tipo
        -Que horas são?
        -Batatas.
        Raaaiva!)
        xD

        Bem, pelo menos nesse caso a alfandega até deu jeito. Foi muita sorte a encomenda não te ir para trás.

        Mas yep, ali há gato, aliás eles nos formulários de contacto já colocam aquelas opções sobre porque é que estamos a contactar, portanto faz sentido que seja para a gente receber a tal resposta padrão conforme a dúvida, o que eu no fundo até acredito que seja o suficiente para alguns casos (tipo pessoal a perguntar quando chega a minha encomenda??), mas para casos mais específicos é para esquecer. (Isto faz-me lembrar dos Furbys, haha, tiveste algum? aqueles bonecos electrónicos que supostamente conseguem memorizar ene palavras que lhes “ensinem” e depois repetem quando se pergunta e etc, eu tive um quando era miúda e oh meu deus, consegui que ele memorizasse prai 2 palavras e depois ainda respondia a tudo trocado.)

      • 5 p7

        Esse exemplo das batatas é excelente. Tal e qual a minha experiência com este tipo de coisas. -.-

        Loool eu lembro-me dos Furbys! Nunca tive nenhum, era muito caro, e os meus pais eram espertos nisso, se eu pedisse um brinquedo, davam, mas não se punham a comprar-me coisas que custassem tanto dinheiro e que tivessem toda a probabilidade de se estragar enquanto o diabo esfrega um olho. xD Mas acho que me lembro de lidar com um dum colega da escola… era um bocado irritante, depois da piada inicial passar.

        Portanto, ainda assim era mais jeitosinhos que os serviços de atendimento. Pelo menos os Furbys ainda têm alguma piada ao início. xD

  2. Esses marcadores da bookdepository são fantásticos🙂 beijinhos

    o-feitico-dos-livros


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: