[Top Ten Tuesday] Livros que adoro mas que não falo muito sobre

22Mar16

toptentuesday

Top Ten Tuesday, esta semana com o tema Ten Books I Really Love But Feel Like I Haven’t Talked About Enough/In A While. Este é basicamente um top de favoritos que eu amo de paixão, com a mesma ou ainda mais intensidade do que tantos outros favoritos mais recentes, ou mais conhecidos, ou por autores super hiper mega populares.

Acho que nenhum deles vai ser exactamente surpresa—especialmente já aqui o número um—porque tento falar deles sempre que tenho oportunidade, ainda assim sinto que não falo o suficiente. Cá vai:

1. Tudo Juliet MarillierMaster of the Domain! Nunca vou falar o suficiente da Juliet e ao mesmo tempo também sofro porque QUE MAIS POSSO DIZER?? Tentar falar sobre os livros desta autora para mim é mergulhar no mais puro estado de “there are no words”, ao ponto de falhar muito no que toca a escrever opiniões sobre os livros dela, mas baaaaah, it’s sooo haaaard!!

2. Crown Duel, Sherwood Smith — O Crown Duel é definitivamente uma hidden gem da fantasia e dói-me a alma saber que ele não é popular como merece ser, por isso AQUI ESTOU EU A FALAR DELE EM MAIÚSCULAS!! Acho que já aqui disse antes que ele é assim uma espécie de Pride & Prejudice com elementos fantásticos e é tão divertido. A heroína, Meliara, é uma maluca que está sempre a meter-se em situações complicadas e quando vem o Vidanric to the rescue! ela fica num estado de fúria que só visto, nem que ele lhe salve a vida, uma, duas, três vezes, ela no likey! Opá, tenho de reler este livro, é bom demais. (A capa é atroz e ao mesmo tempo hilariante porque a Mel mal consegue levantar a espada mais pequena.)

3. Deerskin, Robin McKinley — Muito dark, intenso, perturbador, difícil de digerir, mas ao mesmo tempo completamente deslumbrante. Lembro-me que li este livro numa espécie de transe, o horror era tanto que não conseguia parar de ler porque tinha que saber o que ia acontecer a seguir e a seguir e a seguir e acima de tudo não podia de forma alguma deixar a Lissar sozinha. Deixa-me de rastos mas é um dos meus favoritos de sempre.

4. Poison Study, Maria V. Snyder — Um dos livros mais fantásticos que já tive a sorte de ler e que merece todo o praise e hype e tudo e tudo. A Yelena é das heroínas mais badass da fantasia e todas as que vieram depois são wannabes. 

5. East, Edith Pattou — Às vezes sinto que mais ninguém no mundo leu o East, literalmente só eu e a Edith Pattou conhecemos a história—how fun. Será que mais alguém pode ir ler o East para depois vir falar comigo, goddammit?? Acho que não estou a pedir muito??

6. Howl’s Moving Castle, Diana Wynne Jones — Este é mais conhecido que o tremoço, se calhar mais pelo filme do Miyazaki, mas OMD, o livro é fantástico e é triste pensar que se calhar depois de verem a animação o pessoal diz “Ah! Já não preciso ler o livro”, noooooeeesss! O livro é um bocadinho diferente, mas igualmente deslumbrante e é totalmente necessário! A Sophie é das melhores heroínas de todo o sempre.❤

7. The Goose Girl, Shannon Hale — Muito na veia do Daughter of the Forest e do Deerskin, mas menos traumatizante. A Ani é uma heroína tão corajosa e extraordinária, o love interest é um palerma que causa vários facepalms, e a escrita é assim quase musical—nem eu sei bem o que quero dizer com isto, mas é tarde e já não faço muito sentido nem para mim própria—in conclusion: read it.

8. The Hollow Kingdom, Clare B. Dunkle — Às vezes nem acredito que um dia “encontrei” este livro—ou que este livro me encontrou—porque é tão lowkey, ao ponto de já nem lembrar como é que tal encontro aconteceu sequer, mas yay, obrigada universo por fazeres a tua cena.

9. Attachments, Rainbow Rowell — A Rainbow Rowell deve ser a autora actualmente mais popular desta lista e eu até pensei duas vezes se a juntava ou não, mas acabei por lhe dar um lugar muito pelo facto do meu livro preferido dela ser provavelmente o menos popular (ou um dos) entre a fanbase, e ele é o Attachments, que eu amo amo amo amo. Fico sempre com cara de palerma quando alguém não curte o dito cujo. Sem ofensa mas, pessoas, vocês sentem-se bem???

10. Série Kate Daniels, Ilona Andrews — Ilona Andrews também é relativamente popular, mas tendo em conta a qualidade da série Kate Daniels acho que ela não é popular o suficiente, e sem dúvida que não lhe dou o protagonismo que ela merece. Esta série começa bem embora o primeiro livro não seja nada de espectacular, mas depois é completamente na exponencial. O Magic Bleeds (#4) então é assim uma coisa. Nunca pensei vir a gostar tanto de uma série de urban fantasy com shapeshifters e etc, mas oh meu Deus, esta história faz um check em todas as caixinhas para mim. A Kate é uma personagem fe-no-me-nal, que me deixou de rastos entre o terceiro e o quarto livro, idem para o romance que é tão intenso, tão inesperadamente emocionante, tão AAAAAAAHHH! Recomendo.

Este meme é da autoria do The Broke and the Bookish.



3 Responses to “[Top Ten Tuesday] Livros que adoro mas que não falo muito sobre”

  1. Magic Bleeds!!!!


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: