[Mini-opiniões] Tyger Tyger, Uprooted, A Discovery of Witches

25Ago15

tyger-tyger

Tyger Tyger
Autor: Kersten Hamilton
Série: Goblin Wars, #1
Editora: HMH Books
Publicado: Set, 2011 (1ª ed.2010) 
Formato: Paperback
Páginas: 336
Idioma: Inglês

Opinião: O que acontece neste livro é que uma personagem é raptada e levada para um reino que fica numa espécie de outra dimensão, e um trio de outras personagens vai atrás para a salvar, o que resulta em entrar e sair, entrar e sair, entrar e sair deste reino, e pelo caminho enfrentar criaturas assustadoras e perigosas.

Não é um livro mau e as personagens até são decentes, mas honestamente nunca me consegui importar muito com elas ou no que estava a acontecer. O meu problema é que achei que as personagens principais não tinham profundidade suficiente, que não me estava a ser dito grande coisa sobre elas, e que este é mais um livro que dá prioridade à aventura, à jornada, do que propriamente ao herói e à heroína e ao que eles estão a sentir, que pessoalmente é sempre o que mais me importa numa história.

Este livro também é mais middle-grade do que young-adult, o que de resto se nota tão bem no romance (basicamente inexistente) que não passa de uns olhares mais prolongados.

2stars

Goodreads | The Book Depository

* * *

Uprooted
Autor: Naomi Novik
Editora: Macmillan
Publicado: Maio, 2015
Formato: Hardback
Páginas: 437
Idioma: Inglês

Opinião: Sinto-me a ovelha negra em relação ao Uprooted, porque a impressão que tenho é que TODA a gente o adorou, enquanto que eu só consegui gostar um bocadinho da heroína nos capítulos iniciais, mas depressa perdi o interesse e até a paciência.

No geral, achei a história muito repetitiva, basicamente há uma floresta com vida própria onde habitam umas criaturas perversas que raptam pessoas, e isto é mais ou menos tudo o que se passa neste livro: criaturas raptam pessoa x, heroína vai salvá-la, criaturas raptam pessoa y, heroína vai salvá-la, floresta envenena pessoa z, heroína vai salvá-la, e entenda-se que a autora é muito descritiva, o que resulta em páginas e páginas em que a heroína caminha pela floresta ora para salvar a pessoa x, ora para salvar a pessoa y, ora para salvar a pessoa z.

O romance não é o forte desta história mas nem foi por isso que não fiquei fã do casal, acontece que a química entre os dois é zero, nem um nem outro mostra o mínimo de interesse durante a maior parte da narrativa mas ainda assim a autora inclui um beijo aleatório aqui, e uma cena desconfortável de sexo ali. A agravar esta situação está ainda o facto do love interest ser um jerk que trata a heroína abaixo de cão.

2stars

Goodreads | The Book Depository

* * *

a-discovery-of-witchesA Discovery of Witches
Em português: A Noite de Todas as Almas
Autor: Deborah Harkness
Série: All Souls Trilogy, #1
Editora: Penguin Books
Publicado: Out, 2011
Formato: Mass Market Paperback
Páginas: 720
Idioma: Inglês

Opinião: Okay, este chateou-me. Razão #1: a heroína, que começa esta história como uma mulher independente, inteligente, segura de si própria, uma mulher que não precisa de um homem para nada, até que conhece o love interest (a razão #2)… e parece que ele lhe derrete os neurónios, lhe rouba a auto-confiança e basicamente a transforma numa bonequinha frágil que precisa que lhe digam o que fazer a toda a hora, ao ponto dele achar por bem fechá-la num castelo em França porque só assim ela vai ficar protegida de um bando de vampiros e bruxas malvadas. Uuugh.

(Razão #3:) Já para não falar na seca que é sempre que eles decidem jantar e abrir não sei quantas garrafas de vinho, porque de todas as vezes isto resulta em longas descrições dos sabores e das texturas e das origens, e deixem-me que vos diga que estas personagens são extremamente picuinhas e exibicionistas no diz respeito a estas coisas, portanto, um vinho não é só um vinho mas também uma oportunidade para explicar como a garrafa x é o resultado de uma colheita muito especial porque as uvas foram abençoadas pela passagem do cometa Halley, e como o vinho é doce tal como as violetas açucaradas preferidas da Elizabeth Tudor ao ponto dela ficar sem dentes de tanto as comer, e blablabla-diarreia-verbal-sem-fim-sobre-vinhos.

Save yourselves.

1star

Goodreads | The Book Depository


3 Responses to “[Mini-opiniões] Tyger Tyger, Uprooted, A Discovery of Witches”

  1. Tive durante uns tempos o discovery of witches em pt mas depois despachei-o sem ler…acho que fiz bem😛

    • Também acho xD
      Opá, dá cá uns nervos a maneira como o love interest manda na protagonista… e depois é aquela situação Edward & Bella, em ela tem aquele cheirinho que lhe é irresistível mas ele lá vai resistindo, só que ene vezes pior porque este livro é para adultos e não YA, e há mais liberdade com expressões e diálogos psicologicamente abusivos e ameaçadores. Que nervos.


  1. 1 Wrap-up dos desafios de leitura 2015 | Cuidado com o Dálmata

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: