Homem-Formiga, o filme

21Jul15

ant-man-posterFui ver o Ant-Man em 3D na semana passada, e posso dizer que 1. foram duas horas muito bem passadas e cheias de gargalhadas, 2. o 3D vale muito a pena, e isto vindo de mim, que não sou fã de 3D, e 3. é possível que o Paul Rudd seja um vampiro (o homem tem 46 anos??? mas não parece nada???).

Pessoalmente, estava animada para este filme, embora no geral haja muito pouco (quiçá nenhum) hype em volta dele, o que é pena porque realmente está muito engraçado e ainda por cima tem uma ligação com o Captain America: Civil War, que estreia no próximo ano.

Este é um filme de origem—conta como é que este indivíduo perfeitamente comum, Scott Lang, que cumpriu pena de prisão por se armar numa espécie de Robin dos Bosques, vem a ser o Ant-Man. Ele está a passar por um mau bocado e acaba por aceitar vestir o fato por necessidade, mas também para provar alguma coisa à filha, ou como o seu mentor, Hank Pym (Michael Douglas) gosta de dizer assim numa voz inspiradora, “become the hero that she already thinks you are.” Este é um enredo básico e previsível, já antes visto ene vezes no cinema, mas que serve o seu propósito neste filme.

Quando soube que o Rudd ia interpretar este personagem, um super-herói da Marvel, um Avenger!, honestamente não consegui visualizar a coisa, mas acabou por funcionar às mil maravilhas exactamente porque o Scott é um underdog em quem ninguém acredita ou confia—portanto: check; e ainda porque este filme está carregado de situações cómicas que requerem uma poker face assim pró humilde, que eu já sabia que ele fazia tão bem.

Dos vários pontos positivos deste filme tenho de destacar os amigos do Scott, esses três cromos que me fizeram rir à grande sempre que tinham direito a uma cena, especialmente o cromo maior, Luís (Michael Peña), que tem uns momentos completamente alucinantes de storytelling do género he-said-she-said. Imperdível.

Outro ponto positivo são os efeitos especiais, que estão no seu melhor neste filme. Grande thumps up para as formigas—tão fofas! ***RIP Antony, sweet prince***

antony-antman

E o Avenger com direito a cameo neste filme é, espantem-se, o Sam Wilson aka Falcon (Anthony Mackie), o que faz sentido tendo em conta a tal ligação com o Captain America: Civil War, e para além disso é muito merecido, uma vez que o Falcon teve tão pouco tempo de antena no Avengers: Age of Ultron—not okay.

Óbvio que não é o melhor filme da Marvel, mas recomendo sem reservas, de preferência em 3D, porque as gargalhadas, pessoal, as gargalhadas foram em abundância. E atenção que há duas cenas pós-créditos, uma logo no início, mal o filme acaba, e outra mesmo no final dos créditos—esta segunda cena é importante para o Captain America: Civil War, por isso não sejam intimidados pelas senhoras da limpeza ou outros funcionários do cinema e fiquem até ao fim de tudo, quando a esperança já vacila e a bexiga reclama sem parar.

Trailers: Só passou o do Pixels. It’s so f*cking stupid. Mas ficou muito bem em 3D.



One Response to “Homem-Formiga, o filme”


  1. 1 Filmes e Séries 2015 | Cuidado com o Dálmata

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: