[Opinião] The Fill-In Boyfriend

17Jul15
the-fill-in-boyfriendAutor: Kasie West
Editora: HarperCollins
Publicado: 05 Maio, 2015
Formato: ebook
Páginas: 352
Idioma: Inglês

Sinopse: When Gia Montgomery’s boyfriend, Bradley, dumps her in the parking lot of her high school prom, she has to think fast. After all, she’d been telling her friends about him for months now. This was supposed to be the night she proved he existed. So when she sees a cute guy waiting to pick up his sister, she enlists his help. The task is simple: be her fill-in boyfriend—two hours, zero commitment, a few white lies. After that, she can win back the real Bradley.
The problem is that days after prom, it’s not the real Bradley she’s thinking about, but the stand-in. The one whose name she doesn’t even know. But tracking him down doesn’t mean they’re done faking a relationship. Gia owes him a favor and his sister intends to see that he collects: his ex-girlfriend’s graduation party—three hours, zero commitment, a few white lies.
Just when Gia begins to wonder if she could turn her fake boyfriend into a real one, Bradley comes waltzing back into her life, exposing her lie, and threatening to destroy her friendships and her new-found relationship.

add to goodreads

Opinião:

* * * Sem triângulo amoroso * * *

The Fill-In Boyfriend começa na noite do prom, no exacto momento em que o namorado da Gia, a protagonista, está a acabar com ela, mesmo ali à porta—no parque de estacionamento, para ser mais concreta—, e como este infeliz decide fazer tal coisa, a Gia também decide que não vai ao prom sozinha e convida o primeiro estranho que lhe aparece à frente para ser o seu date. O problema é que ela vai pedir a esta pessoa para se fazer passar pelo namorado, que as amigas ainda não conhecem, nem se acreditam que existe—o que vai resultar numa situação engraçada para a Gia e o fill-in boyfriend, mas por outro lado numa bola de neve de complicações e mentiras inofensivas entre a Gia e todas as outras pessoas na sua vida.

Gosto bastante do romance com a premissa do fake-boyfriend porque, entre outras coisas, é tão divertido ver duas pessoas a fingir uma relação que querem que seja de verdade mas acham que outro não quer e que só lhes está a fazer um grande favor e começam a fingir ainda com mais vontade e gaaah—

now-kiss

O love interest da Gia—cujo nome estou propositadamente a evitar dizer porque o início deste romance é tipo um gender-swapped Cinderela at the ball (portanto, um Cinderelo) em que a Gia dança com este rapaz tão simpático e misterioso toda a noite, até que ele desaparece sem lhe dizer o nome e ela lança-se numa quest para descobrir qual é, e sinto que se o revelar aqui assim do nada vou estar a roubar parte do percurso deles ao potencial leitor—é um bom rapaz, com valores, sentido de humor e a tender para o nerdy. Para além do próprio, gostei muito da família dele—da irmã meia gótica que não vai nada à bola com a Gia e quer proteger o irmão a todo o custo, e da mãe artista tão cool mas sempre atenta e carinhosa.

Há mais coisas a acontecer na vida da Gia para além do novo romance, ela tem uma situação familiar relativamente estável, embora eles sejam aquele tipo de família que evita os conflitos até ao extremo, ao ponto de não falarem de nada que realmente interesse e toda a gente esteja sempre de acordo com tudo. A mãe dela é o caso mais grave porque é tipo mais um elemento das Stepford Wives, um andróide incapaz de mostrar sentimentos ou sair da sua rotina diária. Ainda assim quem me tirou do sério foi o irmão da Gia, esse imbecil que não se importa de pisar na família para ter o seu breve momento de glória. Fiquei com o coração apertadinho, apertadinho pela Gia quando ela se apercebe do que o irmão lhe fez—e que ainda tem a lata de aceitar um prémio por causa disso, aaarrgh! Pior é que não acho que ele se tenha redimido no fim. Que bosta de irmão, a sério. >_>

No entanto fiquei satisfeita com o final ligeiramente agridoce—a Gia perde algumas amizades importantes mas, a meu ver, extremamente tóxicas, e ganha outras que são o oposto total e que lhe fazem tão bem em todos os sentidos.

Recomendo para quem está a precisar de um romance light e fofinho na sua vida, com uma pitada de complicações entre família e amigos que são ideais para a protagonista aprender, evoluir, e transformar-se.

4stars

ENGoodreads | The Book Depository


One Response to “[Opinião] The Fill-In Boyfriend”


  1. 1 Favoritos 2015 | Cuidado com o Dálmata

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: