The House of Hades

22Out14

The House of Hades

Autor: Rick Riordan
Série: The Heroes of Olympus, #4
Editora: Disney-Hyperion
Publicação: Out, 2013
Formato: Hardback
Páginas: 583
Idioma: Inglês

Sinopse: Though the Greek and Roman crewmembers of the Argo II have made progress in their many quests, they still seem no closer to defeating the earth mother, Gaea. Her giants have risen—all of them—and they’re stronger than ever. They must be stopped before the Feast of Spes, when Gaea plans to have two demigods sacrificed in Athens. She needs their blood—the blood of Olympus—in order to wake.

The demigods are having more frequent visions of a terrible battle at Camp Half-Blood. The Roman legion from Camp Jupiter, led by Octavian, is almost within striking distance. Though it is tempting to take the Athena Parthenos to Athens to use as a secret weapon, the friends know that the huge statue belongs back on Long Island, where it “might” be able to stop a war between the two camps.

The Athena Parthenos will go west; the Argo II will go east. The gods, still suffering from multiple personality disorder, are useless. How can a handful of young demigods hope to persevere against Gaea’s army of powerful giants? As dangerous as it is to head to Athens, they have no other option. They have sacrificed too much already. And if Gaea wakes, it is game over.

add to goodreads

Opinião:

Aguenta coração que esta série não é para os fracos! Opá, isto foi tão bom, tão bom, mas tão bom, que vou ter que me espremer aqui toda para escrever qualquer coisa que faça mais ou menos sentido, ao mesmo tempo sabendo que não vou, de maneira alguma, conseguir explicar o tamanho da minha adoração por este volume da série.

Talvez se tentar fazer isto por pontos…? Aqui vai:

1. Percy & Annabeth & a missão impossível de atravessar Tartarus — Meus ricos filhos! Que isto foi uma maldade tão grande, um caminho tão perigoso, tão vagaroso, tão doloroso. Acho que a única coisa que me impediu de largar tudo e deitar-me da posição fetal a chorar, foi o facto deles estarem nesta situação juntos, porque se um ou outro tinha de fazer isto emparelhado com outro dos demigods, eu não sei não… *Jen fica chonézinha* Mas claro que este foi mais um desvio de percurso necessário e de mestre, era essencial ficar a conhecer Tartarus, e como fã desvairada desta série, confesso que sempre tive uma curiosidade mórbida em saber como é que o autor imaginava o lugar. Tiro-lhe o chapéu.

2. O segredo do Nico — C’um catano, aquela revelação deixou-me de rastos. Este miúdo precisa de uma alegria que seja, precisa que uma coisa lhe corra bem a nível pessoal, precisa que algo que ele queira muito abra caminho até ele, nem que seja contra todas as probabilidades. Pretty please, oh Deuses do Olimpo.

3. FESTUS LIVES, SUCKERS! — O meu amor por esta criatura não tem limites, e parece que as lágrimas que vou chorar por ele também não. D’:

4. O novo e melhorado Frank + aquela promoção — Boosts de confiança nunca são demais para o doce Frank e, ora bolas, ele precisava mesmo disto. Este rapaz sempre teve uns níveis muito baixos de auto-estima e faz-me doer a alma sempre que ele não acredita que é capaz de fazer isto e aquilo, porque os outros demigods é que são extraordinários e ele não. Fai Zhang, tu atina e *super importante* vai-te olhar ao espelho.

5. BAMFs Piper e Hazel — Hehe, se há coisa que adoro é quando um inimigo subestima uma destas meninas, e elas lhes mostram de que raça são feitas.

6. LEO & CALYPSO, LEO & CALYPSO, LEO & CALYPSO!!!! — E o prémio Casal Maravilha Mais Improvável do Ano vai para…***Valha-me a Aphrodite, que eu nem nos meus mais loucos sonhos era capaz de imaginar estes dois numa cena juntos sequer, e não é que de repente, qual Iron-Man que ficou sem combustível enquanto sobrevoava o Mediterrâneo, Leo Valdez despenha-se-me em Ogygia, partindo literalmente a loiça toda (mobília e tudo), e fica-me à mercê da Calypso, que já nem pode ver pseudo-pretendentes à frente. POOF! acaba-se o sossego da moça, e rebenta o ódio carregado de tensão sexual na ilha.***

omg202

E obrigadinha, Rick, por me deixares a chuchar no dedo com aquele desfecho dos infernos. AQUILO NÃO PODE FICAR ASSIM, NÃO PODE. À semelhança do Nico, o meu Leo e a minha Calypso já sofreram demasiado nesta vida e precisam de uma coisa boa, desta coisa boa. Também confesso que o Leo neste momento é a minha personagem favorita da série e eu preciso vê-lo feliz a qualquer custo. ; __ ;

Não me admirei que todos os demigods tivessem direito a POV neste quarto volume, estava à espera que tal acontecesse mais cedo ou mais tarde, e sei lá como é que o autor consegue fazer isto sem me dar um nó no cérebro, ou como é que ele consegue dar uma voz própria a cada um—deve ser um feitiço qualquer.

Próximo: Blood of Olympus! O último livro da série. Tenho tanto medo, e honestamente não estou preparada para dizer adeus.

5stars

Goodreads | The Book Depository
Advertisements


One Response to “The House of Hades”


  1. 1 Favoritos ~ 2014 | Cuidado com o Dálmata

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: