Alienated

15Jan14
alienatedAutor: Melissa Landers
Série: Alienated, #1
Editora: Disney Hyperion
Data de publicação: Fev, 2014
Formato: ebook (Netgalley)
Páginas: 416
Idioma: Inglês
Dystopia Reading Challenge 2013 ~ 17

Sinopse: Two years ago, the aliens made contact. Now Cara Sweeney is going to be sharing a bathroom with one of them. Handpicked to host the first-ever L’eihr exchange student, Cara thinks her future is set. Not only does she get a free ride to her dream college, she’ll have inside information about the mysterious L’eihrs that every journalist would kill for. Cara’s blog following is about to skyrocket. Still, Cara isn’t sure what to think when she meets Aelyx. Humans and L’eihrs have nearly identical DNA, but cold, infuriatingly brilliant Aelyx couldn’t seem more alien. She’s certain about one thing, though: no human boy is this good-looking. But when Cara’s classmates get swept up by anti-L’eihr paranoia, Midtown High School suddenly isn’t safe anymore. Threatening notes appear in Cara’s locker, and a police officer has to escort her and Aelyx to class. Cara finds support in the last person she expected. She realizes that Aelyx isn’t just her only friend; she’s fallen hard for him. But Aelyx has been hiding the truth about the purpose of his exchange, and its potentially deadly consequences. Soon Cara will be in for the fight of her life—not just for herself and the boy she loves, but for the future of her planet.

Opinião:

Uma das minhas leituras favoritas de 2013, e provavelmente a maior surpresa do ano para mim, embora o Angelfall e o Cinder (e repectivas sequelas) também tenham sido surpreendentes, no entanto já tinha ouvido ene elogios para ambos enquanto que do Alienated, se não contar com a sinopse, sabia exactamente zero.

A protagonista, Cara, é uma das melhores alunas da escola, é bem comportada, quer muito entrar numa faculdade decente, e inclusivamente faz parte da debate team, mas a Melissa Landers pelos vistos quando se sentou para escrever o Alienated disse para os seus botões: “ABAIXO AS PERSONAGENS CLICHÉ!!”, e por isso a Cara é uma nerd sim, mas não é a típica nerd tímida-vítima-das-miúdas-populares, nope, ela dá-se bem com quase toda a gente, é extrovertida q.b., super confiante em si própria, uma miúda com garra, que sabe o que quer, e que não deixa que ninguém lhe tente sequer mandar areia para os olhos, attagirl.

É por ter esta personalidade forte que certo dia quando a practicamente obrigam a fazer de babysitter de um alien que vem para a Terra numa espécie de student exchange program, e de quem os terráqueos desconfiam por tudo e por nada, ela fica-se a marimbar sobre o que os outros possam vir a pensar, ou dizer, e aceita. Até porque ela é uma das poucas pessoas que não é preconceituosa em relação a esta raça, muito pelo contrário, ela quer muito saber mais sobre os L’eihr.

Entra o Aelyx, o alien, que mais parece um robô—porque esse é o problema destes extraterrestres, eles são basicamente humanos muito mais inteligentes e avançados no tempo, mas sem emoções, ou melhor, eles têm-nas, mas elas estão tão reprimidas que é como se eles fossem umas máquinas, incapazes de sentir ou de reagir como os humanos fazem naturalmente com raiva, ódio, inveja, desejo, amor, etc.

A história tem muito mais que se lhe diga, mas para mim nada foi mais delicioso do que assistir à evolução da relação da Cara e do Aelyx, exactamente por ele ser este poço de emoções reprimidas que começam a vir ao de cima devagar, devagarinho, e quando se dá por isso já eles ultrapassaram a estranheza, e estão caidinhos um pelo outro; há uma cena maravilhosa em que a Cara compara o Aelyx a um cobertor e eu lembro-me que fiz um grande awww nessa parte, “a blanket was a better comparison—the way it gathers warmth so gradually that you don’t feel the chill until removing the cover”.

Não é spoiler nenhum eu dizer que o Aelyx tem um propósito secundário para estar na Terra, porque isso percebe-se desde o início e sempre que ele está em conversa com os companheiros, no entanto não me ocorreu qual seria o objectivo dele durante grande parte da leitura, se seria boicotar a aliança entre os humanos e os L’eihr, ou se ele fazia parte de algum grupo que quisesse tomar a Terra dos humanos, ou sei lá, se só quisesse algo em concreto do planeta, até porque de vez em quando ele desaparece misteriosamente durante a noite… Isto para dizer que temi tanto pela relação deles, porque a Cara desde o início que confia plenamente no Aelyx, que o defende de tudo e de todos, com custos pessoais para ela—os amigos deixam de lhe falar, e até pessoas que não a conhecem viram-lhe a cara—a certa altura há mesmo um breaking point em que os vizinhos dela se tornam violentos, e mesmo assim ela nunca deixa de estar do lado dele, por isso tive tanto medo do que iria acontecer quando os verdadeiros motivos dele viessem ao de cima!! :’O

Queria dizer muito mais sobre este livro, como por exemplo falar do Silent Speech, da cena super hot em que a Cara demonstra ao Aelyx, e com o Aelyx, como é que se beija (os L’eihr não fazem isso), ou fazer elogios à escrita da Melissa, mas como este post já vai longo, vou concluir com um RECOMENDO em maiúsculas.

5stars
EN | Goodreads | Book Depository.com | Book Depository UK | Amazon
Advertisements


5 Responses to “Alienated”

  1. A minha reaccao a tua review: aawwwwww

    • ^__^
      É mesmo esse o espírito deste livro, se bem que há ali umas cenas mais intensas em que ficas :0!!!


  1. 1 Waiting on Wednesday (2) | Cuidado com o Dálmata
  2. 2 Novidade 2015 | Invaded | Cuidado com o Dálmata
  3. 3 [Waiting on Wednesday] Invaded, de Melissa Landers | Cuidado com o Dálmata

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: