Mini-opiniões: Endless Knight, The Pirate’s Wish, Allegiant

29Nov13
endless-knightEndless Knight
Autor: Kresley Cole
Série: The Arcana Chronicles, #2
Editora: Simon & Schuster
Data de publicação: Outubro, 2013
Formato: Hardcover
Páginas: 336

Opinião: Desilusão! Parece que este é o ano de levar facadas nas costas de autoras em quem confiava… Palavra de honra que nunca pensei que a Kresley fosse dessas, porque afinal ela sabe escrever uma história, e *pensava eu* não precisava recorrer ao estúpido do triângulo amoroso para encher páginas, mas estava enganada, e agora já nem sei se volto a esta série—vou ter de pensar bem no assunto.

É mesmo uma pena porque até cerca de metade estava a gostar imenso do Endless Knight, do caveman Jack, das cartas de tarot, dos poderes da Evie, até que BAM, entra aquela coisa idiota e estraga-me a leitura. Eu sinceramente nunca vou perceber qual é o interesse de ler sobre uma heroína que num parágrafo está a chorar por um gajo porque ele é amor da vida dela e blablá, e no seguinte está aos beijos a outro—ainda por cima quando este outro a mantém presa contra a vontade, com uma algema enterrada na carne para lhe retirar os poderes, um tipo que ela sabe que a vai matar um dia. Juro que não percebo. Para mim isto só faz a heroína parecer uma ordinária e sobretudo uma parvalhona que não tem dois dedos de testa ou respeito por ela própria. Mal consegui acabar.

1star

Goodreads ǀ The Book Depository UK ǀ The Book Depository.com

* * *

 
the-pirate's-wishThe Pirate’s Wish
Autor: Cassandra Rose Clarke
Série: The Assassin’s Curse, #2
Editora: Strange Chemistry
Data de publicação: Junho, 2013
Formato: Paperback
Páginas: 330

Opinião: Gostei imenso da primeira metade do livro, sofri com a Ananna, com aquela falta de auto-estima dela quando se lembra do Naji, e sobretudo por causa daquele, achava ela, amor não correspondido. Diverti-me muito com a Manticore, o bicho que está ali na capa, embora o banquete com a família dela… ugh… (eles só comem humanos).

A segunda metade não foi bem o que eu estava à espera, houve ali uns desenvolvimentos mais estranhos e confusos, tipo, cenas a envolver tubarões que falam—whaaaat—confesso que fiquei um bocadinho à nora. Também achei que o romance se resolveu sem ninguém dar por isso, ou sem se perceber exactamente o que é que aconteceu. Estava a contar com faíscas, foquetes, explosões, e nada. Mas no final de contas esta foi uma história agradável, diferente, com personagens interessantes, e só o facto desta série ser uma duologia e a autora não se pôr a encher chouriços para escrever mais um livro, já me deixa feliz. RESPECT.

4stars

Goodreads ǀ The Book Depository UK ǀ The Book Depository.com

* * *

Allegiant

Ei, fãs de Divergent, querem um conselho de amiga? Façam de conta que este livro não existe, inventem o vosso próprio final.

A desilusão do ano, quiçá de uma vida. Nem sequer estou a exagerar.

1star

Anúncios


8 Responses to “Mini-opiniões: Endless Knight, The Pirate’s Wish, Allegiant”

  1. 1 Marina

    E o problema do Allegiant não é só o final em si, mas pronto. Resta-nos os filmes. 🙂

    Parti-me a rir com a descrição que fizeste dos triângulos amorosos! É que é tão preciso com aquilo que eu penso… xD
    O dia em que os triângulos amorosos estiverem definitivamente em vias de extinção na literatura, vai ser o dia mais feliz da minha vida 😛
    Ainda estou para descobrir um triângulo amoroso que faça sentido.

    • Ah sim sim, eu queria dizer final no sentido de fim da série/da história. Qualquer coisa que se invente é melhor que o original, o que é que está para lá da fence, qual é o propósito daquilo tudo, etc, qualquer coisa que se imagine é 5 estrelas comparado com a versão oficial, credo. xD

      Ai irritam-me tanto aquelas coisas, eu quando tropeço num triângulo amoroso (e digo tropeço porque eu agora tento saber sempre se um livro que quero ler tem triângulo ou não) tenho que soltar um grito de raiva, porque é mesmo aquela coisa RAIOS ME PARTAM FUI ENGANADA OUTRA VEZ!! AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAHHH!!
      É que istp é mesmo fazer da gajas um bando de idiotas que não sabem o que querem. Sim, uma heroina pode começar uma história com um e depois mudar de ideias, mas fazer aquelas figuras tristes do makeout com um tipo mas a pensar no outro, ou num dia com um e no seguinte com outro, tiram-me do sério. Ainda por cima quando a história estava a ser boa e nem sequer girava em volta do romance antes do triângulo acontecer. Facada nas costas mesmo.

      Já chegaste a ler as Crónicas de Bridei? O segundo livro tem assim um pseudo triângulo, e há ali um momento que me irrita um bocadinho, mas de resto acho que foi bem feito, porque a heroína não vacila dia sim dia não entre os pretendentes, porque é normalmente isso que me irrita, quando há 2 gajos a gostar de uma moça e ela não sabe o que quer, porque se for um triângulo do género: dois gajos gostam de uma gaja mas ela *claramente* só gosta de um, e nem vacila, nem anda a dar esperanças ao outro, isso é perfeitamente razoável para mim.

      • 3 Marina

        Qualquer coisa..mesmo! Opá, se a Veronica tivesse revirado o jogo, (agora vou dar spoilers, mas a esta altura já todos se devem estar a lixar), a partir do momento em que se descobre a cena dos geneticamente puros e geneticamente danificados, a história devia-se focar no Four e não na Tris, quer dizer.. não é uma coisa que a afecte. Mas não! De uma maneira “inteligente” (e aqui estou a ser muito sarcástica) resolveram fazer dela uma mártir! Não faz sentido. Já não era a luta dela. Enfim, é para esquecer.

        Pois, esse tipo de triângulos amorosos é tolerável, porque não há o factor estupidez, existe é pouca sorte por parte de uma personagem.
        Uma vez também me sugeriram o When He Was Wicked da Julia Quinn, mas ao que parece o triângulo é logo desfeito no início, portanto não há muito tempo para indecisões parvas…

        Ainda não li as Crónicas de Bridei. (e este é só mais um daqueles momentos em que percebo que tenho centenas de livros por ler) 😛

      • Yep.
        Eu às vezes ainda acho que um dia vou chegar à net e vou ler um post: AHAHAH YOU’VE BEEN PUNK’D! AQUILO NÃO ERA O ALLEGIANT! ERA SÓ UMA PRANK! O VERDADEIRO DIVERGENT #3 VAI SER POSTO À VENDA NO DIA X.
        Porque é mesmo didficil de aceditar que a VR escreveu aquela coisa.

        Ah sim, o When He Was Wicked! Também é um pseudo triângulo. Está tão bem feito. Eu antes de o ler pensei que não ia gostar muito porque achava que ia ser estranho ter uma heroína que gostava tanto do falecido, e no entanto vê-la apaixonar-se loucamente outra vez, opá mas a Julia conseguiu e o livro é um dos meus favoritos da série. *.*

  2. Porque é que vejo meio mundo a falar mal do Allegiant?!?!?! Confesso que não sei se chore se ria, lol. Estou super curiosa com o livro mas sendo das minhas trilogias favoritas, estou com muito medo deste final. =/

    • DON’T DO IT!!! olha para o que eu te digo mulher: NÃO VALE A PENA.

      Claro que vais ler na mesma, mas vai com as expectativas baixas, porque é para lá de horrível. -__-

  3. não gostaste? :O apesar de não ter corrido como eu esperava, gostei.. estou é ansiosa pelo próximo!! 🙂

    • Do Endless Knight? oh meu deus não gostei nada, a segunda metade do livro estraga tudo, não posso com triângulos amorosos, a Evie desiludiu-me muito… não sei se vou ler o próximo :s


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: