The Unbecoming of Mara Dyer

13Abr12
Autor: Michelle Hodkin
Série: Mara Dyer #1
Editora: Simon & Schuster (2012; 1ª ed. 2011)
Formato: Paperback
Páginas: 452
Idioma: Inglês

Sinopse: Mara Dyer doesn’t think life can get any stranger than waking up in a hospital with no memory of how she got there.
It can.
She believes there must be more to the accident she can’t remember that killed her friends and left her mysteriously unharmed.
There is.
She doesn’t believe that after everything she’s been through, she can fall in love.
She’s wrong.

Opinião:

Primeiras coisas primeiro: que livro tão estranho!

No entanto, a estranheza resultou para mim durante grande parte da narrativa — a protagonista, Mara, esteve envolvida num acidente muito grave, e como resultado disso agora sofre de stress pós-traumático, para além de que não tem memória do que se passou naquele dia, ou o que deu origem ao tal acidente.

A escrita da autora funciona muito bem com esta dificuldade pela qual a Mara está a passar porque várias vezes consegui pôr-me na pele dela. As alucinações, as vozes, os sonhos (ou pesadelos), aquela sensação de que alguém a persegue, e todos os outros delírios que ela não consegue controlar, e que a levam a pensar que está a ficar louca, estão muito bem passados para o papel, de tal maneira que só queria ler mais e saber o que se estava a passar afinal. Seriam fantasmas? Outro evento paranormal qualquer? Ou estaria a Mara mesmo a enlouquecer?

Se esta parte da possível loucura da Mara estava a ser bem aliciante, a outra parte da história, aquela em que ela faz coisas normais de adolescente, foi muito fraquinha, especialmente porque tudo o que se passa à volta dela é um grande cliché, vejamos, ela é a nova miúda do sítio que no primeiro dia de aulas cai de amores pelo tipo mais giro da escola, faz amizade com outro outcast, e arranja uma poderosa inimiga na loira jeitosa e malvada, que só por acaso é a ex do tal rapaz giro. <_< Será que algum dia vai ser possível a gente passar este tipo de plot à frente e seguir com as nossas vidas? Pelo amor de Deus, basta, basta, BASTA!

No entanto, deixei-me levar, tentando ignorar o melhor que conseguia o que de pior tinha a história e concentrar-me só no thriller psicológico que é a vida da Mara. Infelizmente chegadas as últimas 100 páginas a coisa descamba de tal maneira que eu já só queria atirar o livro pela janela fora.

A sério, foi um sufoco terminá-lo, porque a narrativa torna-se ridícula, confusa, sem sentido whatsoever, já para não falar nas cenas completamente irrealistas que a autora ousa em tentar fazer-me acreditar, exemplos: a Mara acorda num belo dia e não lhe apetece ir às aulas, não vai, ninguém lhe pede justificações, os pais que andam sempre em cima do acontecimento pelos vistos não têm nada a dizer sobre isto. No dia seguinte: ah também não me ir apetece hoje, não vai, mais uma vez ninguém acha estranho; o namorado dorme lá em casa, supostamente no quarto do irmão, mas afinal dorme com ela, ninguém repara, porque é tão normal não ir ao quarto da filha teenager quando o namorado dorme no quarto ao lado; o irmão mais novo é raptado, a Mara resolve, ninguém na família fica a saber, o miúdo nunca diz nada a ninguém, porque é tão normal ser raptado, salvo pela irmã e voltar a casa como se nada tivesse acontecido. E etc, porque há mais exemplos, exemplos que envolvem crocodilos, insectos, a Mara a beber sangue de uma galinha…for real. Desculpe lá Michelle Hodkin mas há um limite para as cenas sem sentido e o Unbecoming ultrapassa-o.

Como se isto já não tivesse estragado a minha opinião que até então era positiva, o namorado da Mara passa a ter um poder paranormal qualquer que é tão, mas tão mal explicado e *a meu ver* escusado; e claro, o fim… completamente WTF. Nem cheguei a perceber se a moça era doida ou não.

Classificação: 3/10

EN ǀ Goodreads ǀ The Book Depository UK ǀ The Book Depository.com


5 Responses to “The Unbecoming of Mara Dyer”

  1. 1 slayra

    Ui, já tinha lido más críticas, agora confirmaste que este livro está out… 😛 O_O

  2. 3 carlaslribeiro

    Ouch… Ultimamente, andas a fazer bem à minha wishlist. *elimina este também*


  1. 1 Top Ten Tuesday — Séries a não continuar « Cuidado com o Dálmata

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: