Seduce Me At Sunrise

23Fev12
Autor: Lisa Kleypas
Série: The Hathaways, #2
Editora: St. Martin’s Paperbacks (2008)
Formato: Mass Market Paperback
Páginas: 360
Idioma: Inglês

Sinopse: Kev Merripen has longed for the beautiful, well-bred Winnifred Hathaway ever since her family rescued him from the brink of death when he was just a boy. But this handsome Gypsy is a man of mysterious origins—and he fears that the darkness of his past could crush delicate, luminous Win. So Kev refuses to submit to temptation…and before long Win is torn from him by a devastating twist of fate. Then, Win returns to England…only to find that Kev has hardened into a man who will deny love at all costs. Meantime, an attractive, seductive suitor has set his sights on Win. It’s now or never for Kev to make his move. But first, he must confront a dangerous secret about his destiny—or risk losing the only woman he has lived for…

Opinião:

Confirma-se. It’s awesome!!!

Oh God, por onde começar… gostei tanto, tanto, que mergulhei até ao ponto mais fundo daquele estado de melancolia I-can’t-believe-it’s-over-please-say-it-isn’t-so quando fechei a contracapa. Já alguma vez disse que adoro-adoro-adoro a Lisa Kleypas? Mmm, não me lembro, então aqui vai: ADORO-A!!

*sigh*

Este é segundo livro da série Hathaway, e o casal protagonista é a Win e o Merripen — be still my heart! Be still! Eles já tinham sido os meus favoritos no Mine Till Midnight, mesmo só com meia dúzia de cenas breves demais para o meu gosto, afinal aquela relação Eu Quero-te Tanto Mas Não Te Posso Ter, deixava-me sempre com um nó na garganta e eu queria sempre mais, MAIS.

Seduce Me At Sunrise começa a torturar o leitor, porque depois de uma cena totalmente OMFG, a Win vai-se embora para uma clínica em França, a fim de se restabelecer de uma vez por todas depois de há uns anos ter apanhado a febre escarlate, afinal ela está farta de ser uma inválida que mal aguenta subir as escadas, e principalmente porque ser saudável a 100% significa que se pode atirar para os braços do seu gigante amado, Merripen.

Dois anos depois, eis que ela volta, mas o Merri está transformado num cubo de gelo que ainda não consegue admitir o que sente por ela, afinal de contas quem é ele para querer a deusa da Win para si, right? Wrong! E eu adoro como aquela rapariga nem desiste, nem lhe dá sossego. Ela quer o Merri, e não se vai contentar com menos, por isso saiam-lhe da frente que ela quer passar, or else!

Acho que o que dá graça a esta história é o casal contrastar tanto em vários sentidos, mas terem aquele amor louco e paixão reprimida um pelo outro, há tantos anos, em comum. Ele é um gypsy gigante, taciturno, e homem de poucas palavras, enquanto que a Win é fresca que nem uma alface, doirada e luminosa que nem um raio de sol, e está sempre a tentar fazer com que o seu gigante preferido sorria.

Adorei que a Lisa tivesse recuado no tempo e contado um bocadinho da infância dos Hathaways — como é que o Merripen chegou a até eles, como era o ambiente lá em casa quando os pais deles ainda eram vivos, como é que a relação dos dois foi evoluindo ao longo do tempo, e tudo e tudo e tudo, foi maravilhoso! \o/ Quem me dera que o dito flashback não fosse tão curto. Com este recuo no tempo também se fica a saber mais um pedaço do infeliz passado de Leo, e como o Merri tomou conta da sua amada quando ela ficou doente — tão, tão emocionante!

Também fiquei muito feliz pelo Cam que finalmente encontrou o que tem vindo a procurar desde sempre; e deixa-me dizer-te Leo, que eu já vi um filme parecido com este antes, e sei perfeitamente que VAIS ENGOLIR AS TUAS PALAVRAS! Onde já se viu dizer aquelas coisas à coitada da Miss Marks… A sério, esta moça parte-me o coração porque tenho a impressão que a história dela é bem triste, e não se admite o que aquele pulha lhe diz — exemplo:

For God’s sake, Marks, do you think anyone really wants to glance at those dried-up matchsticks you call legs?

Bad Leo, BAD!

Classificação: 9/10

EN ǀ Goodreads ǀ The Book Depository UK ǀ The Book Depository.com
Anúncios


7 Responses to “Seduce Me At Sunrise”

  1. 1 p7

    Oh, esta série parece tão divertida. Este livro deve ser tão fofo. 😀 E esse Leo deu uma de Colin, não?

    • É mesmo! 😀

      O Leo está em denial, só pode… se implica tanto com uma moça que nunca lhe fez mal na vida…
      Na altura que ele diz estas coisas dá-me para rir, mas depois fico com remorsos, é que ele diz-lhe mesmo as coisas na cara! Vê lá tu que ele chama-lhe Grim Reaper :0
      Mas sim, acho que vai ser uma mudança de eventos à la Colin, até porque já começou com ele a dizer parvoíces. xD

      • 3 p7

        Auch! Bad Leo! (Só tu para me pores a vibrar com personagens que não conheço. xD) Estou a ficar seriamente zangada com este personagem e com as coisas que lhe saem da boca, e ainda nem o conheço. 😛

      • Eheh 😉

        É tão otário aquele rapaz…claro que vai ser muito mais interessante ler o livro dos dois depois disto tudo xD

  2. 5 carlamsoares

    E pronto e pronto e pronto, lá vou eu outra vez!
    Assim não dá, não há coração que aguente, não há quem resista!!!!
    Mais alguma série em que este blogue me vá iniciar / viciar? Não está certo! 😀

    • xD

      Esse “Assim não dá, não há coração que aguente, não há quem resista!!” foi a minha reacção quando li o primeiro da série, a Lisa Kleypas não dá descanso, é cada tiro, cada melro. 😀


  1. 1 Married by Morning | Cuidado com o Dálmata

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: