Beautiful Darkness

26Jan11

Autores: Kami Garcia & Margaret Stohl

Editora: Razor Bill (2010)

Páginas: 503

Idioma: Inglês

Sinopse: Ethan Wate used to think of Gatlin, the small Southern town he had always called home, as a place where nothing ever changed. Then he met mysterious newcomer Lena Duchannes, who revealed a secret world that had been hidden in plain sight all along. A Gatlin that harbored ancient secrets beneath its moss-covered oaks and cracked sidewalks. A Gatlin where a curse has marked Lena’s family of powerful Supernaturals for generations. A Gatlin where impossible, magical, life-altering events happen. Sometimes life-ending. Together they can face anything Gatlin throws at them, but after suffering a tragic loss, Lena starts to pull away, keeping secrets that test their relationship. And now that Ethan’s eyes have been opened to the darker side of Gatlin, there’s no going back. Haunted by strange visions only he can see, Ethan is pulled deeper into his town’s tangled history and finds himself caught up in the dangerous network of underground passageways endlessly crisscrossing the South, where nothing is as it seems.

Opinião:

Estava naturalmente aflita e muito animada para ler o segundo volume das Caster Chronicles, já que o primeiro livro deixa tanto por aberto, tantas pontas soltas, tantas perguntas por responder, tantos enigmas por resolver, e isto tudo para além do cliffhanger da última página.

A história é retomada quase imediatamente a seguir aos eventos finais de Criaturas Maravilhosas, e a disposição não é das melhores seja para que personagem for. A Lena está com uma depressão, culpa-se pelo que aconteceu ao Macon, teme magoar outra vez aqueles que lhe são queridos, sente mais do que nunca que não se encaixa em lado algum, e por tudo isto evita o Ethan a todo o custo. Este, por sua vez, também fica deprimido exactamente porque a namorada não lhe liga nenhuma, e pior ainda por não perceber inteiramente o porquê das atitudes dela – já que ele não sabe o que se passou naquela fatídica cena do livro um.

Entretanto começam as férias de verão em Gatlin, e de Inglaterra chega uma loira espertalhona de seu nome Liv, para estagiar com Marian. E como o Ethan vai trabalhar para a biblioteca porque não tem mais nada o que fazer durante as férias com uma namorada que o ignora, os dois começam a forjar uma amizade um tanto enervante *cough-triângulo amoroso* para o leitor. A Ridley reaparece em cena, e a Lena piora no departamento dos comportamentos estranhos, chegando ao cúmulo de fugir com um Caster mutante altamente poderoso. (x_x)

Mas como o Ethan é o Ethan, lá vai ele atrás dela. Seja lá para onde for –neste caso, o limbo entre universos, sem importar quantos quilómetros de túneis subterrâneos terá de percorrer, ou com que criaturas/perigos/obstáculos se poderá cruzar. E porque esta demanda ocupa provavelmente metade do livro, ele não vai sozinho, a personagem revelação Link, e Liv acompanham-no – ajuntamento este que me fazia lembrar constantemente do trio Harry Potter (mesmo que o Link não tenha o charme do meu Ron-Ron). E tal como no livro anterior, o presente vai sendo intercalado com uma série de visões enigmáticas revelando acontecimentos passados que vão servir para perceber/fazer algo no fim. Visões que desta vez vão envolver personagens como o Macon, o Abraham, e surpresa-surpresa, a mãe do Ethan.

E é óbvio que gostei deste Beautiful Darkness, afinal as autoras usaram a mesma fórmula de Beautiful Creatures, no entanto desiludiram-me um bocadinho ao cair no tal artífice do mal dos triângulos amorosos (ou quadrado: Ethan, Lena, Liv, Caster mutante), mas isto nem foi muito grave, porque houve sempre outro aspecto da história que superava estas cenas tristes: as atitudes da Lena. Extremamente enervante. Extremamente. Eu percebo que depois de, como casal, eles acabarem bem no livro anterior, tinha de acontecer alguma coisa para os fazer voltar quase que à estaca zero no livro seguinte, mas PELO AMOR DE DEUS, depois de tudo que o que eles passaram, depois de tudo o que o Ethan faz, ela ainda tem coração para lhe dizer sistematicamente, Go away. Baaah.

Quanto a tudo o resto, já foram dadas algumas explicações – o que é bom, e sem dúvida que Beautiful Darkness vem recheado de umas quantas surpresas de deixar cair o queixo, no entanto ainda fiquei com aquela sensação de que ainda estão muitos, muitos vendavais a caminho (pun intended).

E como a bipolar da Lena caiu do pedestal de minha personagem favorita desta série, substitui-a nem mais, nem menos do que pelo Link. Porque afinal era ele que me levava sempre às lágrimas de riso, para além de ser o melhor amigo que o Ethan poderia alguma vez ter. Por incrível que pareça, uma daquelas surpresas das quais mencionei antes tem exactamente a haver com ele, e dadas as circunstâncias -das quais não vou falar porque é um grande spoiler- acredito que vai ser verdadeiramente épico vê-lo em acção no próximo livro.

Edição portuguesa: Trevas Maravilhosas, pela editora Gailivro, disponível nas livrarias a partir de 9 de Maio deste ano.

Classificação: 6/10

Goodreads ǀ WOOK ǀ The Book Depository UK ǀ The Book Depository.com ǀ Amazon.com


11 Responses to “Beautiful Darkness”

  1. 1 p7

    Eu sabia que a Lena ia dar em parvinha! Arghhhhhh.

    “Este, por sua vez, também fica deprimido exactamente porque a namorada não lhe liga nenhuma” -> não há algo de errado com isto? Pobre do rapaz, isto não se faz.😛

  2. 3 DAIANA MORGAN

    Olá! Alguém ai teria a tradução desse livro pra me mandar. Agradeceria imensamente.
    Daiana.

    • Olá Daiana, que eu saiba o Beautiful Darkness ainda não está disponível em português, suponho que saia este ano, mas ainda deve demorar mais um bocadinho. Tem paciência… :s

  3. 5 Gustavo

    Adorei o review, muito bom.
    Pena que a Lena foi separada da história, era minha personagem favorita. As vezes irrita quando ela fica de “mimimi”.
    Triângulo amoroso? Really? Isso acabou com minhas expectativas do livro. Mais cliché como um segundo livro da série, impossível.

    • Olá Gustavo, obrigada🙂
      A Lena tirou-me do sério neste livro… o Ethan sem perceber o que se estava a passar e ela nem lhe explica, foge! Com o tal Caster mutante! Grrr. Que nervos…
      Triângulo amoroso…sim -ou quadrado-, mas aí a culpa não é só da Lena, porque o Ethan também vacila um bocado. Enfim…mas ainda tenho esperanças para esta série, por isso ainda vou ler o próximo.

  4. 7 Luana

    Olá, gostei muito do livro Criaturas Maravilhosas. Li-o em inglês, e agora gostava de ler o segundo, em inglês também. Procuro na net, mas não encontro uma versão em pdf. Tudo o que há por aí precisa de programas e cenas para livros electrónicos. O chato é que eu já tenho o último, sem ter os dois do meio. O que é muito chato. Alguém sabe de um site onde eu posso tirar o Beautiful Drakness e o Beautiful Chaos?

    Obrigada


  1. 1 O Consultório dos Termos de Pesquisa ~ Março | Cuidado com o Dálmata
  2. 2 Novidade ǀ Trevas Maravilhosas | Cuidado com o Dálmata
  3. 3 Full Record

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: