[Opinião] Shiver

14Mar10

shiver

Em português: Shiver: Um Amor Impossível
Autor: Maggie Stiefvater
Série: The Wolves of Mercy Falls, #1
Editora: Scholastic Press
Publicado: 2009
Formato: Paperback
Páginas: 436
Idioma: Inglês

Sinopse: For years, Grace has watched the wolves in the woods behind her house. One yellow-eyed wolf, her wolf, is a chilling presence she can’t seem to live without. Meanwhile, Sam has lived two lives: in winter, the frozen woods, the protection of the pack, and the silent company of a fearless girl; in summer, a few precious months of being human… until the cold makes him shift back again. Now, Grace meets a yellow-eyed boy whose familiarity takes her breath away. It’s her wolf. It has to be. But as winter nears, Sam must fight to stay human, or risk losing himself, and Grace, forever.

Opinião:

Shiver, o primeiro livro da trilogia The Wolves of Mercy Falls, é um daqueles casos “rapariga conhece rapaz-lobo, apaixonam-se, mas não podem ficar juntos. Ou será que podem?”, e ternurento é a melhor palavra que encontro para o sumarizar, pois se não contar com o passado trágico do rapaz-lobo, Sam, ou com o facto de os progenitores da rapariga, Grace, serem inacreditavelmente incompetentes, uma ou outra passagem mais trágica, e uma terrível cena envolvendo sangue infectado com meningite, ele é ternura do princípio ao fim.

A história começa com Grace a relembrar quando aos 11 anos foi atacada por uma matilha de lobos esfomeados e salva por um em particular. A partir desse dia, e durante 6 anos, o lobo salvador vai ser presença constante na floresta que rodeia a casa de Grace. Ele vai observá-la de longe, e ela vai observá-lo a observá-la de volta, tornando-se este num comportamento rotineiro, ou obsessivo como os próprios admitem. No entanto isto só acontece durante os meses mais frios, porque no Verão todos os lobos da zona abalam para outras paragens, ou assim pensava Grace até ao dia em que o seu lobo lhe aparece ferido à porta de casa e a meio da transformação para a forma humana. E é assim que ela conhece Sam.

Seguem-se então episódios da crescente e alarmante intimidade entre os dois, e digo alarmante apenas pela velocidade a que o relacionamento se desenrola (o Sam aparece e umas horas depois é como se fossem os melhores amigos desde o berçário), claro que se os 6 anos de observação por ambas as partes contarem, é perfeitamente razoável.

shiver-um-amor-impossivel

Confesso que não percebi que tipo de rapariga era Grace até o Sam entrar na história, como se fosse preciso ele aparecer para lhe definir a personalidade, na verdade é como se houvesse duas Graces, uma pré-Sam e outra pós-Sam, sendo que a mais interessante é a última; e Sam… Sam é um lost puppy em todos os sentidos, e quem não simpatizaria com tal personagem?

A explicação para o facto de o rapaz-lobo ser um rapaz-lobo, e como ele outros, por enquanto fica-se por se é mordido por um lobo, passa a transformar-se em lobo nos meses frios, sendo a licantropia sempre vista como uma doença transmissível pela mordidela, não havendo qualquer ligação mitológica.

Não desgostei mas também não amei, e não sei se me apetece ler o resto da série.

3stars

Goodreads ǀ The Book Depository ǀ Amazon.com




3 Responses to “[Opinião] Shiver”

  1. Parece que gostei bem mais que tu, mas admito que concordo com tudo o que disseste, excepto o facto de te parecer que Grace muda de personalidade pós-Sam. Não notei grande diferença, mas também não vou teimar.
    A parte que menos gostei da licantropia também foi essa da transmissão por mordidela, mas bem, no final de contas faz parte da “lenda”.

    • Parece que sim;) mas eu gostei, é uma história sobretudo fofinha. A parte da “doença do lobo” transmitida pela mordidela…bem, suponho que como não havia vampiros na história, a autora tinha que enveredar por este caminho (mais na linha do Lobisomen) mas talvez ela explique esta situação melhor no Linger, que ainda tenho que comprar!


  1. 1 Top Ten Tuesday — Séries a não continuar « Cuidado com o Dálmata

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: