A Paixão de Emma

25Fev10

Autor: Charlotte Bingham

Editora: ASA (2010)

Páginas: 288

Idioma: Português

Sinopse: Emmaline sempre ouvira a mãe dizer que, como a mais velha de quatro irmãs, casar deveria ser a sua prioridade e dever. Contudo, o tempo passava sem que se vislumbrasse qualquer proposta de casamento. Até que num baile organizado em sua casa, um belo desconhecido a convida para dançar. Ele chama-se Julius e, na manhã seguinte, pede a sua mão. Cheia de esperança e vontade de começar uma nova vida, Emmaline deixa a América rumo a Inglaterra. Porém, quando chega, depara-se com uma casa estranha, repleta de pessoas invulgares e criados excêntricos. Um cenário bastante distante do glorioso lugar que Julius lhe descrevera. Na verdade, à medida que os dias passam, o próprio noivo parece ter-se tornado irreconhecível. Emmaline sente-se cada vez mais só e infeliz, chegando até a pôr em causa o futuro da relação. Mas isso é antes de o passado de Julius, e a história daquela enigmática casa, lhe serem desvendados.

Opinião:

“Se gostou de Orgulho e Preconceito vai adorar este livro”. Assim diz a capa. Ora então eu digo a quem se lembrou de tal ultraje: Pleeeaase.

Eu percebo. Juro que percebo de onde vem a comparação, afinal neste A Paixão de Emma temos uma jovem que já devia ter casado e ninguém sequer a tira para dançar numa festa, irmãs que só  podem seguir o exemplo depois dela o ter feito, e que por isso (e por serem parvas) lhe lançam comentários despropositados e diga-se, ridículos (com irmãs assim, ninguém precisa de inimigos… a sério, elas metem as irmãs malvadas da Cinderela num bolso),enfim, uma rapariga que não se encaixa verdadeiramente na família já que esta tende para o absurdo. Depois, lá aparece o protagonista masculino para se armar em besta durante grande parte da narrativa — e sem dúvida que o homem é estranho, nunca dando para se perceber qual é a dele afinal, se é besta por natureza/opção, ou se o problema é falta de sanidade mental, mas… pleeeaase, “Se gostou de Orgulho e Preconceito vai adorar este livro”, uma ova.

O texto é quase sempre narrado pelo ponto de vista de Emmaline que, arrebatada por um amor à primeira dança, segue para Inglaterra a fim de o desposar.  Chega lá e tudo é muuuito estranho, não só para a desgraçada da Emmaline (Emma, para Julius) mas também para o leitor. Ou pelo menos para esta leitora que opina. Palavra de honra em que houve alturas que achei que tudo me parecia insólito porque a tradução não era das melhores, entretanto, páginas à frente, lá vinha a explicação da estranheza, e eu ah, bom, afinal… mas infelizmente isto repetia-se uma, outra, várias vezes, por isso má tradução ou simples escrita medíocre: suponho que nunca vou saber. O pombos casam-se e a partir daqui as dores de cabeça de Emma são transferidas de, ter que lidar com a família abusiva (e parva) para  ter que lidar com a indiferença, a todos os níveis, do marido (particularmente no que toca ao leito conjugal. Gravíssimo). Pois Julius é canalha o suficiente para, por exemplo, sair porta fora depois da esposa lhe ter colocado uma pergunta de circunstância perfeitamente inocente (sem lhe responder. Isto será um homem ou um bicho?) Posto isto, Emma martiriza-se de tal maneira que vira poetisa. Tantas mágoas têm de ser canalizadas de alguma forma. E isto, e só isto, desenrola-se em mais de 200 páginas, deixando para as restantes, nas quais a história melhorou ligeiramente, a explicação aos atropelos de todas as bestialidades de Julius, e este uma vez redimido e perdoado por Emma, não sobra mais coisa alguma para contar. O Fim. Bah.

Classificação: 2/10



No Responses Yet to “A Paixão de Emma”

  1. Deixe um Comentário

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: